A agua nao pode acabar se nao faz cafe

image

Não só o café perde substâncias importantes ao ser fervido, como a água também sofre perdas consideráveis. O Brasil é um dos maiores consumidores da bebida no mundo e, por aqui, é comum ferver a água na hora do preparo. Mas o que muitos não sabem é que isso faz com que o oxigênio seja eliminado, o que explica por que não pode ferver o café.

Full
Answer

Por que beber água depois do café?

De acordo com a sua experiência e conhecimento, a quantidade de água que normalmente acompanha a chávena de café não é suficiente, pois é uma uma pequena dose. Por isso, explica: “Tal como acontece com o vinho, a água entra como um acompanhamento do café.

Qual a importância da água para o café?

Depois do café deve beber água? E antes? De acordo com a BBC Good Food, faz bem à saúde juntar uma quantidade maior de água ao café. A água trata-se de uma boa companhia do café, pois contribui para a hidratação (a cafeína ajuda na retenção de líquidos).

Qual a melhor água para café?

Por isso, o ideal é utilizar água filtrada ou mineral. Na hora de preparar o café, a atenção é fundamental para que se obtenha uma bebida de qualidade.

Por que não é recomendável ferver a água na hora de preparar o café?

Ao elevarmos a bebida a temperaturas acima do recomendado, as substâncias que atuam em seu sabor correm o risco de serem perdidas. Não só o café perde substâncias importantes ao ser fervido, como a água também sofre perdas consideráveis. O Brasil é um dos maiores consumidores da bebida no mundo e, por aqui, é comum ferver a água na hora do preparo.

image


Ao contrário do que parece, a água é um recurso natural esgotável. Estudos sobre o sistema hídrico mundial são unânimes em indicar que, se a média de consumo global não diminuir no curto prazo, teremos problemas de escassez. O Brasil, que tem uma parcela significativa de água doce, também está ameaçado

Você acorda de manhã, acende a luz, toma um banho quente e prepara o café. Após se alimentar, limpa a boca com um guardanapo e lava a louça. Vai ao banheiro, escova os dentes e está pronto para dirigir até a escola para mais um dia de trabalho. Se parar para pensar, vai ver que, para realizar todas essas atividades, foi preciso usar água.


A escassez hídrica na África é um problema econômico

Fim do desperdício Não poluir os rios é mais inteligente e viável economicamente do que limpar suas águas. E o consumo tem de diminuir: a ONU recomenda o uso diário de 50 litros por habitante, mas há regiões em que a média é de 400 litros.


De olho nas pesquisas

Não só quem leciona Ciências ou Geografia precisa estar informado sobre a questão da água. O assunto está na pauta mundial e necessita ser tratado com critério e profundidade.


O Brasil tem um bom volume de água, mas usa mal o recurso

O Brasil detém entre 12 e 16% da água doce da superfície terrestre. O país possui bons índices de chuva, o Amazonas é o rio de maior volume e nosso território ainda abriga o aquífero Guarani, o maior do mundo. Um aquífero é um reservatório subterrâneo, aonde a água das chuvas chega por infiltrações no solo arenoso.


As soluções são conhecidas, mas não representam um consenso

Novos caminhos A crise de abastecimento de água é real e está piorando. Um dos caminhos para alcançar a sustentabilidade do recurso é a gestão integrada e o estímulo da reciclagem, com o aproveitamento da chuva e o controle da irrigação nas atividades agrícolas.


Problema de gestão

A situação hídrica no Brasil envolve problemas de quantidade e de qualidade. Todos os sistemas de águas continentais, tanto os de superfície como os aquíferos subterrâneos, têm sofrido pressão permanente pelos usos múltiplos, pela exploração excessiva e pelo acúmulo de impactos de várias magnitudes e origens.


Sinal de alerta

O ritmo alucinado das grandes cidades está fazendo mal ao nosso planeta. Nossos hábitos cotidianos, como a produção crescente de equipamentos tecnológicos e o acúmulo de resíduos, estão exigindo da Terra mais do que ela pode suportar. A saída é uma só: conscientização


A tese

De acordo com uma tese que foi apresentada na BBC Good Food, o propósito do copo de água a acompanhar o café cinge-se a uma limpeza realizada às papilas gustativas. Tal como acontece com a água que acompanha o vinho, ajudando a que este seja mais bem apreciado.


Uma especialista

Georgia Franco de Souza é provadora profissional de cafés, sendo também mestre torradora da empresa Lucca Cafés Especiais. Por isso, revela-se uma fonte importante nesta matéria.


O momento: beber antes ou depois?

Georgia leva em consideração o valor da água, enquanto parte da refeição. Por isso, defende: “Achamos que a água tem que ser tratada como um item na gastronomia. Ou seja, esta deve ser degustada do mesmo modo que o café.”


Faz bem à saúde

De acordo com a BBC Good Food, faz bem à saúde juntar uma quantidade maior de água ao café. A água trata-se de uma boa companhia do café, pois contribui para a hidratação (a cafeína ajuda na retenção de líquidos). Há ainda benefícios naturais atribuídos à água mineral, como a redução do stress e da presença de radicais livres.


Café amargo e sem complexidade

Ao entrar em ebulição, a água começa a perder oxigênio. “O sabor dela fica parecido com o de uma água deixada por muito tempo aberta na geladeira, fica ruim”, compara Rocco. Além disso, segundo o especialista, quanto mais alta é a temperatura, maior é a chance de extrair alguns quesitos indesejáveis do grão.


Temperatura ideal

Segundo a entidade mundial Specialty Coffee Association (SCA), a temperatura ideal da água para o café varia entre os 90°C e 96°C. Os graus mudam de acordo com a altitude (já que a água ferve a diferentes temperaturas em altitudes variadas) e o método de extração (infusão, filtrado, sob pressão).


Também depende do tipo do café

O melhor jeito de acertar a temperatura correta, indicam os especialistas, é testando. “Isso também depende muito do tipo do café que está sendo utilizado. Em geral, os cafés de mercado costumam ter uma torra mais escura e, consequentemente, têm um amargor sempre presente “, comenta Malaspina.


A importância da água para o preparo de café

Não só o café perde substâncias importantes ao ser fervido, como a água também sofre perdas consideráveis. O Brasil é um dos maiores consumidores da bebida no mundo e, por aqui, é comum ferver a água na hora do preparo. Mas o que muitos não sabem é que isso faz com que o oxigênio seja eliminado, o que explica por que não pode ferver o café.


Técnicas para deixar seu café mais saboroso

Agora que você já sabe que não é recomendável ferver a água na hora de preparar a bebida, que tal conferir algumas dicas para contornar isso, deixando-a ainda mais saborosa?

image

Leave a Comment