A fase farmacocinetica da açao de um farmaco

Full
Answer

Quais as etapas da farmacocinética?

O que é farmacocinética e suas etapas? A farmacocinética, dessa forma, compreende o estudo do caminho do fármaco no corpo humano, desde a sua administração até a sua metabolização ou excreção, passando por várias etapas, como a absorção, a distribuição e a metabolização. …

Qual a importância da farmacocinética para o estudo da farmacologia?

A farmacocinética estuda o caminho do fármaco no organismo, desde a sua administração, absorção, distribuição e metabolismo, até a sua excreção.

Qual a diferença entre farmacodinâmica e farmacocinética?

A farmacodinâmica , descrita como o que o fármaco faz para o corpo, envolve ligações a receptores, efeito pós-receptor e interações químicas. A farmacocinética de um fármaco determina o início, a duração e a intensidade de seu efeito.

O que acontece quando dois fármacos são administrados simultaneamente?

Quando dois fármacos administrados simultaneamente são metabolizados pela mesma enzima do CYP, eles competem pela ligação ao local ativo da enzima. Isso pode levar à inibição do metabolismo de um ou dos dois fármacos, resultando em níveis plasmáticos altos.


Quais as etapas do processo de farmacocinética de um fármaco?

Tais fatores são organizados em basicamente quatro etapas farmacocinéticas: absorção, distribuição, metabolismo e excreção. A depender das características físico-químicas de cada fármaco e da forma como interage com estruturas corpóreas este trajeto será facilitado ou dificultado.


O que é fase farmacocinética?

A farmacocinética é uma parte essencial para o estudo da farmacologia, já que ajuda na compreensão da atuação de tais fármacos no organismo. A farmacocinética estuda o caminho do fármaco no organismo, desde a sua administração, absorção, distribuição e metabolismo, até a sua excreção.


Como ocorre a farmacocinética?

A farmacocinética é o caminho percorrido pelo fármaco no organismo, ou seja, são as etapas que ocorrem desde a administração (absorção), distribuição, metabolização (biotransformação) e saída (excreção) do medicamento. Essas etapas farmacocinéticas ocorrem simultaneamente, e essa divisão é apenas didática.


Como são divididas as fases de ação dos fármacos?

A ação de um fármaco, quando administrado a humanos ou animais, pode ser dividida em três fases: fase farmacêutica, fase farmacocinética e fase farmacodinâmica1 (Esquema 1). Na fase farmacêutica, ocorre a desintegração da forma de dosagem, seguida da dissolução da substância ativa.


O que é a fase de absorção?

A absorção é o processo que se inicia com a aplicação ou tomada do medicamento até a entrada para a circulação sanguínea. A análise dessa etapa é fundamental para que os efeitos da medicação sejam satisfatórios.


O que é a fase de distribuição de um fármaco?

Distribuição é a passagem que ocorre da corrente sanguínea para líquido intersticial e intracelular, essa passagem pode ser afetada por fatores fisiológicos e pelas propriedades físico-quimicas da substância, isso ocorre porque substâncias menos lipossolúveis têm mais dificuldade de atravessar as membranas biológicas, …


Como ocorre a absorção do fármaco?

É autoadministrável e absorvida pela mucosa intestinal, meio que atinge a corrente sanguínea. Os fármacos líquidos são absorvidos mais facilmente do que os comprimidos ou cápsulas quando manuseados via oral, pois não precisam ser desintegrados previamente pelo organismo.


Quais são os processos da farmacocinética e qual o importância de cada um destes processos?

A farmacocinética é o estudo do destino dos fármacos no organismo após sua administração. Abrange os processos de absorção, distribuição, biotransformação e excreção. Ou então a movimentação dos fármacos pelos diferentes sítios orgânicos.


Como ocorre o processo de absorção dos medicamentos?

No caso das cápsulas e pílulas ingeridas pela boca, a primeira parada do princípio ativo é no estômago, após passar pela faringe e esôfago, chegando ao intestino, de onde os vasos sanguíneos absorverão os princípios ativos do medicamento.


Quais os tipos de ação de um medicamento?

A ação de um medicamento é afetada pela quantidade de medicamento que alcança o receptor e o grau de atração (afinidade) entre ele e seu receptor na superfície da célula. Uma vez ligados ao seu receptor, os medicamentos variam na sua capacidade de produzir um efeito (atividade intrínseca).


Quais são os dois tipos de mecanismo de ação dos medicamentos?

Contudo, a ação farmacológica pode ser classificada em dois grandes grupos, quanto ao seu mecanismo de ação, sendo estes os mecanismos inespecíficos e os específicos.


Quais são os mecanismos gerais de ação dos fármacos?

Os fármacos de ação específica podem agir das seguintes formas: atuação sobre enzimas (ativação ou inibição), antagonismo, ação sobre membranas, ação na transcrição gênica.


Farmacocinética

O estudo da farmacocinética é essencial para determinar a efetividade clínica de um medicamento, já que é a partir dela que saberemos os caminhos dos fármacos no organismo, se ele foi bem-sucedido em ultrapassar barreiras fisiológicas e em sua distribuição nos órgãos-alvo.


Absorção

A absorção de um fármaco se dá após a sua administração e depende da passagem desse fármaco pelas barreiras do organismo. Exemplos da proteção exercida pelo organismo são a secreção ácida no estômago e básica no intestino, que podem aumentar ou diminuir a entrada do medicamento, de acordo com as suas propriedades químicas.


Distribuição

A distribuição do fármaco é feita principalmente pela circulação sistêmica, e secundariamente pela circulação linfática. É a partir desse momento que os metabólitos são capazes de alcançar os órgãos-alvo.


Metabolismo

O fígado é o principal órgão responsável pela metabolização dos fármacos no organismo, devido à grande quantidade de enzimas metabólicas presentes no órgão. Tais reações de metabolização são chamadas de biotransformação, nas quais o fígado é capaz de transformar o fármaco em metabólitos ativos, inativos e/ou facilitando sua eliminação.


Excreção

A excreção dos fármacos do organismo geralmente se dá por via renal ou biliar e é facilitada devido à metabolização dos fármacos nas fases de oxidação/redução e conjugação/hidrólise, já que podem aumentar a hidrossolubilidade dos fármacos.


Conclusão

A farmacocinética é parte importante da farmacologia para o entendimento da dose ideal de cada fármaco, as barreiras que ele precisará ultrapassar, a garantia de que a biodisponibilidade seja suficiente, além de ensinar sobre sua distribuição nos órgãos-alvos, metabolização – principalmente no fígado –, e excreção renal e biliar.


O que é farmacocinética e suas etapas?

A farmacocinética, dessa forma, compreende o estudo do caminho do fármaco no corpo humano, desde a sua administração até a sua metabolização ou excreção, passando por várias etapas, como a absorção, a distribuição e a metabolização. … A farmacocinética se divide em absorção, distribuição, metabolização e excreção.


O que é farmacocinética de um medicamento?

A farmacocinética estuda a atividade do antimicrobiano no interior do organismo a partir dos parâmetros de velocidade de absorção, distribuição e eliminação da droga e de seus metabólitos.


Quais são as divisões da farmacologia?

A farmacologia pode ser dividida em: Farmacologia geral, Farmacologia aplicada, Farmacodinâmica, Farmacocinética, Farmacotécnica, Farmacognosia, Farmacoterapêutica, Farmacologia clínica e Toxicologia.


Etapas da Farmacocinética: Absorção, Distribuição, Biotransformação (Metabolização) e Excreção

As formas farmacêuticas são as formas físicas de apresentação do medicamento, e elas podem ser classificadas em sólidas, líquidas, semi- sólidas e gasosas. As formas sólidas podem ser pós, granulados, comprimidos, drágeas, cápsulas, supositórios e óvulos.


O que é farmacocinética e farmacodinâmica?

Para entender os conceitos de farmacocinética e farmacodinâmica, é preciso, primeiramente, compreender a resposta terapêutica, que é dividida em três partes: fase farmacêutica, fase farmacocinética e farmacodinâmica.


Etapas da Farmacocinética

Conforme comentamos anteriormente, a farmacocinética é, didaticamente, dividida em quatro etapas: absorção, distribuição, biotransformação, biodisponibilidade e excreção.


Outras divisões da farmacologia

A farmacocinética e a farmacodinâmica são algumas das divisões que compõem a farmacologia, área que estuda as propriedade químicas e as classificações dos medicamentos.


Distribuição

Depois da absorção ou administração sistêmica na corrente sanguínea, o fármaco distribui-se para os líquidos intersticiais e intracelulares. Esse processo depende de alguns fatores fisiológicos e das propriedades físico-químicas específicas de cada fármaco.


Excreção

Os fármacos são eliminados pelo processo de excreção sem qualquer alteração, ou são convertidos em metabólitos. Com exceção dos pulmões, os órgãos excretores eliminam mais eficazmente os compostos polares do que as substâncias altamente lipossolúveis.


Metabolismo

As características lipofílicas dos fármacos que promovem sua passagem pelas membranas biológicas e o acesso subsequente aos locais de ação dificultam sua excreção do organismo.


Introdução

  • A farmacocinética é uma parte essencial para o estudo da farmacologia, já que ajuda na compreensão da atuação de tais fármacos no organismo. A farmacocinética estuda o caminho do fármaco no organismo, desde a sua administração, absorção, distribuição e metabolismo, até a sua excreção. Cada uma dessas etapas pode afetar positiva ou negativamente a ação do fár…

See more on sanarmed.com


Farmacocinética

  • O estudo da farmacocinética é essencial para determinar a efetividade clínica de um medicamento, já que é a partir dela que saberemos os caminhos dos fármacos no organismo, se ele foi bem-sucedido em ultrapassar barreiras fisiológicas e em sua distribuição nos órgãos-alvo. A farmacocinética, dessa forma, compreende o estudo do caminho do fármaco no corpo huma…

See more on sanarmed.com


Absorção

  • A absorção de um fármaco se dá após a sua administração e depende da passagem desse fármaco pelas barreiras do organismo. Exemplos da proteção exercida pelo organismo são a secreção ácida no estômago e básica no intestino, que podem aumentar ou diminuir a entrada do medicamento, de acordo com as suas propriedades químicas. Outro fator importante definido d…

See more on sanarmed.com


Distribuição

  • A distribuição do fármaco é feita principalmente pela circulação sistêmica, e secundariamente pela circulação linfática. É a partir desse momento que os metabólitos são capazes de alcançar os órgãos-alvo. Depois de chegar à circulação sistêmica, os fármacos distribuem-se rapidamente a outros compartimentos do corpo, chegando aos seus locais de ação…

See more on sanarmed.com


Metabolismo

  • O fígado é o principal órgão responsável pela metabolização dos fármacos no organismo, devido à grande quantidade de enzimas metabólicas presentes no órgão. Tais reações de metabolização são chamadas de biotransformação, nas quais o fígado é capaz de transformar o fármaco em metabólitos ativos, inativos e/ou facilitando sua eliminação. As reações de biotransformação p…

See more on sanarmed.com


Excreção

  • A excreção dos fármacos do organismo geralmente se dá por via renal ou biliar e é facilitada devido à metabolização dos fármacos nas fases de oxidação/redução e conjugação/hidrólise, já que podem aumentar a hidrossolubilidade dos fármacos. A excreção renal é a mais comum, mas depende da natureza hidrofílica dos fármacos. Esses podem ser filtrados no glomérulo renal, se…

See more on sanarmed.com


Conclusão

  • A farmacocinética é parte importante da farmacologia para o entendimento da dose ideal de cada fármaco, as barreiras que ele precisará ultrapassar, a garantia de que a biodisponibilidade seja suficiente, além de ensinar sobre sua distribuição nos órgãos-alvos, metabolização – principalmente no fígado –, e excreção renal e biliar. A absorção pode ser tanto enteral, sendo i…

See more on sanarmed.com


O Que É Farmacocinética E Farmacodinâmica?

  • Para entender os conceitos de farmacocinética e farmacodinâmica, é preciso, primeiramente, compreender a resposta terapêutica, que é dividida em três partes: fase farmacêutica, fase farmacocinética e farmacodinâmica. Por resposta terapêutica, entenda-se o efeito causado pela droga no organismo de quem a consumiu. É importante destacar, também, que um mesmo med…

See more on panoramafarmaceutico.com.br


Etapas Da Farmacocinética

  • Conforme comentamos anteriormente, a farmacocinética é, didaticamente, dividida em quatro etapas: absorção, distribuição, biotransformação, biodisponibilidade e excreção. Veja agora o que acontece em cada umadelas:

See more on panoramafarmaceutico.com.br


Etapas Da Farmacodinâmica

  • A farmacodinâmica, por sua vez, possui três etapas distintas: local de ação, mecanismo de ação e efeito terapêutico. Quer descobrir o que acontece em cada uma delas? Então, confira!

See more on panoramafarmaceutico.com.br


Outras Divisões Da Farmacologia

  • A farmacocinética e a farmacodinâmica são algumas das divisões que compõem a farmacologia, área que estuda as propriedade químicas e as classificações dos medicamentos. No entanto, as duas não são as únicas. Então, para tornar este artigo ainda mais completo, vamos enumerar as outras subdivisões e descrevê-las brevemente.

See more on panoramafarmaceutico.com.br


Faculdade de Farmácia

  • Depois de dominar os temas farmacocinética e farmacodinâmica, descobriu que quer fazer dessa a sua carreira? Para aprofundar seus conhecimentos, é preciso investir em sua formação e procurar uma faculdade de farmácia. Para isso, nada melhor do que escolher uma instituição com quase meio século de tradição e de compromisso com o ensino de qualidade. Estamos fal…

See more on panoramafarmaceutico.com.br


Conclusão

  • Os termos farmacocinética e farmacodinâmica, em um primeiro momento, podem assustar e parecerem mais complexos do que realmente são. No entanto, como vimos, não é tão complicado assim. E é sempre muito bom quando entendemos um pouco mais sobre como o nosso corpo funciona, não é mesmo? É como se estivéssemos naqueles filmes como “Querida, …

See more on panoramafarmaceutico.com.br

Leave a Comment