A relação entre o açai e a doença de chagas

image

Quais são as formas de transmissão de doença de Chagas?

De acordo com o Ministério da Saúde, em relação às formas de transmissão de doença de Chagas em nosso país, entre 2008 e 2017, 72% foram por transmissão oral, 9% por transmissão vetorial, e, em 18%, não foi identificada a forma de transmissão.

Quem foi o autor da doença de Chagas?

Sua carreira científica foi marcada por estudos a respeito da malária e da doença que recebeu seu nome: a doença de Chagas. Em 1909, ele detectou o protozoário causador dessa doença em seres humanos, identificou o vetor e ainda descreveu a doença. Carlos Chagas faleceu em 8 de novembro de 1934, no Rio de Janeiro.

Como curar a doença de Chagas?

A doença de chagas tem cura durante a fase aguda, quando o protozoário ainda circula pelo sangue do indivíduo. São utilizados medicamentos que têm como objetivo matá-lo e impedir sua reprodução, para que a doença possa regredir. O mesmo medicamento pode ser usado na fase crônica, mas com menos chances de sucesso.

Como ocorre o ciclo da doença de Chagas?

O ciclo da doença de chagas acontece por meio do Barbeiro, que fica contaminado com o protozoário ao picar algum animal que tenha a doença. Ele é o único transmissor da doença de chagas para o ser humano.

image


Qual a relação entre a doença de Chagas e o consumo do açaí?

O biólogo explica que não há motivos para descartar o consumo de açaí, já que não há relação direta entre a fruta e a doença. “A contaminação ocorre quando há falta de higiene”, resume.


Como se transmiti a doença de Chagas?

Transmissão: a transmissão se dá pelas fezes que o “barbeiro” deposita sobre a pele da pessoa, enquanto suga o sangue. Geralmente, a picada provoca coceira e o ato de coçar facilita a penetração do tripanossomo pelo local da picada. O T.


Qual é a doença do açaí?

Resumo: No Brasil, a ingestão do açaí processado artesanalmente, sem tratamento térmico, tem sido relacionada a casos crescentes de doença de Chagas (Strawn et al., 2011), pela contaminação dos frutos pelo protozoário Trypanosoma cruzi (Pereira et al., 2009), agente causal da doença.


Qual é o vetor que transmite a doença de Chagas?

A Doença de Chagas é uma doença infecciosa causada pelo protozoário (parasito), o Trypanosoma cruzi, transmitido pelas fezes/urina do vetor, o inseto triatomíneo (barbeiro), quando defeca na pele de pessoas e/ou animais silvestres (mamíferos, aves, anfíbios e répteis) ao se alimentar de sangue.


Quem tem Chagas passa para o filho?

Mulheres portadoras da doença de Chagas na fase crônica podem engravidar. No entanto, a mulher deve ser acompanhada durante a gestação. Após o nascimento, a criança deve ser acompanhada em serviço especializado para tratamento específico, com alta probabilidade de cura. O homem não transmite a doença para os filhos.


Como prevenir da doenças de Chagas?

A prevenção da doença de Chagas está intimamente relacionada à forma de transmissão e uma das formas de controle é evitar que o inseto “barbeiro” forme colônias dentro das residências, por meio da utilização de inseticidas residuais por equipe técnica habilitada.


Qual a bactéria que tem no açaí?

Bactérias do gênero Staphylococcus sp. são notadamente conhecidas como agentes de doenças transmitidas por alimentos, causando vários danos à saúde individual e pública. Serratia sp. é um agente de infecção nosocomial, de trato urinário e infecções intestinais e intoxicação alimentar.


O que o açaí pode causar?

Como se trata de um alimento muito calórico, em grandes quantidades o açaí pode levar a hiperglicemia, o aumento de açúcar no sangue, e problemas para quem é diabético, especialmente se ele for acompanhado por elementos muito engordativos, como xarope de guaraná e leite condensado.


Qual nome do bicho do açaí?

Isso porque o mosquito barbeiro é atraído pela luz. Voando por ali, o inseto deposita suas fezes onde o açaí é manipulado ou até mesmo é macerado junto ao suco da fruta. De acordo com Morita, há maneiras de evitar que essa iguaria brasileira vire um reduto de Trypanosoma cruzi.


Qual é o vetor do barbeiro?

O vetor da doença é o protozoário Trypanosoma cruzi – batizado assim por Chagas para homenagear o cientista Oswaldo Cruz – que usa o barbeiro como hospedeiro. O nome “barbeiro” se deve ao costume do inseto picar as pessoas na região do rosto.


Quais são os vetores do Trypanosoma?

O Trypanosoma geralmente é transmitido de um hospedeiro a outro por insetos – no caso humano, o principal vetor é um percevejo popularmente conhecido como barbeiro ou chupão (insetos das espécies Triatoma infestans, Rhodnius prolixus e Panstrongylus megistus, dentre mais de 300 espécies que podem transmitir o …


O que é o vetor de uma doença?

Entende-se como doença transmitida por vetor aquela que não passa diretamente de uma pessoa para outra, mas requer a participação de artrópodes, principalmente insetos, responsáveis pela veiculação biológica de parasitos e micro-organismos a outros seres vivos.


Sintomas da doença de Chagas

A doença de chagas pode ser classificada em duas fases principais, a fase aguda e a fase crônica. Na fase aguda normalmente não há sintomas e corresponde ao período em que o parasita está se multiplicando e espalhando pelo corpo através da corrente sanguínea.


Como acontece a transmissão

A doença de Chagas é causada pelo parasita Trypanosoma cruzi, que possui como hospedeiro intermediário o inseto barbeiro. Esse inseto costuma ser encontrado em frestas de casas de pau a pique, camas, colchões, depósitos, ninhos de aves, troncos de árvores, dentre outros locais, sendo que tem preferência por locais próximos à sua fonte de alimento.


Ciclo de vida do T. cruzi

O ciclo de vida do Trypanosoma cruzi tem início quando parasita entra na corrente sanguínea da pessoa e invade as células, se transformando em amastigota, que é a fase de desenvolvimento e multiplicação desse parasita.


Como é feito o tratamento

O tratamento para a doença de Chagas deve ser iniciado assim que for feito o diagnóstico, sendo normalmente realizado com o uso de Benznidazol, que é um medicamento antiparasitário oferecido pelo SUS e que atua diretamente no T. cruzi. De forma geral, o tratamento é feito com 2 a 3 doses do medicamento por dia, durante 60 dias seguidos.


Sinais de melhora e piora

A melhora dos sintomas geralmente vai surgindo gradualmente a partir da primeira semana de tratamento e inclui redução da febre, melhora do mal estar, diminuição do inchaço abdominal e desaparecimento da diarreia.

image

Leave a Comment