A succinilcolina possui açao rapida lenta ou curta


Como age o bloqueadores neuromusculares?

Os bloqueadores neuromusculares atuam em receptores nicotínicos da junção neuromuscular, prejudicando a transmissão do impulso nervoso e resultando no relaxamento da musculatura. Por outro lado, eles não promovem o alívio da dor, assim como não possuem função amnésica.


Qual a ação do atracúrio?

Besilato de Atracúrio, para o que é indicado e para o que serve? Besilato de atracúrio é indicado como adjuvante da anestesia geral para facilitar a intubação endotraqueal e propiciar o relaxamento da musculatura esquelética ou a ventilação controlada durante cirurgia.


Porque não usar succinilcolina em queimados?

Os níveis séricos de potássio aumentam cerca de 0,5 mEq/L após a administração de 1 mg/kg de succinilcolina e isso pode ser potencialmente fatal em pacientes com hipercalemia grave, em grandes queimados ou com lesões traumáticas extensas por esmagamento, por exemplo6,7.


Qual a ação da succinilcolina?

A succinilcolina se liga às duas subunidades alfa do receptor, mimetizando a ACh, e resulta em despolarização da membrana. A despolarização resulta rapidamente em contração muscular, observada clinicamente na forma de fasciculações.


Qual a diferença entre rocurônio e Atracurio?

Não houve diferença entre atracúrio e rocurônio como droga de manutenção. Rocurônio é apropriada para procedimentos cirúrgicos superior a 30 minutos, eliminando a necessidade de um relaxante adicional a succinilcolina.


Qual antagonista do Atracurio?

Brometo de pancurônio é antagonista competidor ou não-despolarizante de ação prolongada, induzindo relaxamento muscular e propiciando campo cirúrgico adequado.


Para que serve o medicamento Succinilcolina?

É indicado como adjuvante da anestesia geral, para facilitar a intubação traqueal e proporcionar relaxamento do músculo esquelético durante a cirurgia ou ventilação mecânica.


Quando não usar Succinilcolina?

Não deve ser usado em casos em que o aumento da pressão intraocular é indesejado (por exemplo, glaucoma de ângulo fechado, ferimentos penetrantes no olho), a menos que os benefícios justifiquem os riscos potenciais.


Como se administra la Succinilcolina?

Succinilcolina (pó) 500 mg – Via Intramuscular ADMINISTRAÇÃO: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa.


O QUE É

A Succinilcolina é um relaxante muscular [acetilcolina (derivado); bloqueador neuromuscular despolarizante; colinérgico; cloreto de Succinilcolina; suxametônio (outro nome genérico)].


COMO AGE

A Succinilcolina bloqueia a transmissão do impulso nervoso na placa mioneural, produzindo paralisia dos músculos esqueléticos. Não tem efeito sobre a consciência e nem sobre o limiar da dor.


USO INJETÁVEL – DOSES

Para induzir o relaxamento dos músculos esqueléticos; facilitar a intubação, a ventilação ou as manipulações ortopédicas; para diminuir as contrações musculares nas convulsões induzidas.


CUIDADOS ESPECIAIS

Classe C: Não há estudos adequados em mulheres (em experimentos animais ocorreram alguns efeitos adversos para o feto). O benefício potencial da Succinilcolina pode justificar o risco potencial durante a gravidez.


Resumo

A ação epidural de agentes bloqueadores neuromusculares pode ser explicada à luz de suas características físico‐químicas e propriedades do espaço epidural.


Abstract

Epidural action of neuromuscular blocking agents could be explained under the light of their physicochemical characteristics and epidural space properties. In the literature there are few cases of accidental neuromuscular agent’s epidural administration, manifesting mainly with neuromuscular blockade institution or fasciculations.


Introdução

Na história das técnicas de anestesia regional, uma variedade de agentes anestésicos e de outras substâncias foi acidentalmente injetada no espaço peridural, com consequências que variam desde ausência de sintomas clínicos até déficit neurológico irreversível.


Relato de caso

Paciente do sexo feminino, 63 anos, 64 kg, estado físico ASA I, programada para histerectomia total abdominal eletiva devido a miomas uterinos. O plano anestésico envolveu anestesia combinada geral‐peridural. A paciente foi devidamente informada sobre a abordagem anestésica e assinou o termo de consentimento.


Conclusão

Após a administração peridural, os fármacos são redistribuídos pela difusão através das meninges da medula espinhal devido às características especiais do espaço peridural.


Resumo

  • Este estudo mostra que é seguro usar succinilcolina para intubação orotraqueal de pacientes usuáriosde estatinas.

See more on medicinanet.com.br


Contexto Clínico

  • As estatinas são conhecidas pelo risco de miotoxicidade em pacientes usuários crônicos. Isso leva a crer que existe a possibilidade de pacientes usuários de estatinas, quando submetidos a um procedimento que use succinilcolina, possam ter mais lesão muscular, já que a própria succinilcolina também pode gerar esse evento adverso. Entretanto, não se sabe ao certo se ess…

See more on medicinanet.com.br


O Estudo

  • Estefoi um estudo prospectivo não randomizado feito em um hospital norte-americano, que comparou 38 usuários de estatinas (pelo menos 3 meses de uso) com 32 não usuários de estatinas que foram submetidos a procedimentos anestésicos eletivos com uso de succinilcolina (1,5 mg/kg). Foram comparadas a intensidade de fasciculações após o uso do bloqueador, os e…

See more on medicinanet.com.br


Aplicações para A Prática Clínica

  • A conclusão deste estudo é que a mioglobina sérica após cinco e 20 minutos da administração de succinilcolina é maior em usuários de estatinas, porém as concentrações se tornam iguais 24 horas após a cirurgia. Importante ressaltar que, apesar de a mioglobina ser conhecidamente a causa de insuficiência renal aguda, o que seria um risco nesses casos,…

See more on medicinanet.com.br


Bibliografia

  • 1.Turan A, Mendoza ML, Gupta S, You J, Gottlieb A, Chu W, et al. Consequences of Succinylcholine Administration to Patients Using Statins. Anesthesiology.2011 Jul;115(1):28-35. [link para o artigo] (Fator de Impacto: 5,354).

See more on medicinanet.com.br

Leave a Comment