O.arca do açaí

Qual é o significado da Arca?

A arca representava a presença de Deus, a famosa Shekinah, além do pacto entre Deus e o povo – Deus sempre estaria com seu povo. A arca por si próprio não tinha poder algum, mas quando o povo lembrava-se do dono da arca e voltava-se ao arrependimento, então Deus se manifestava entre eles, por intermédio de uma fumaça, chamada Shekinah.

Qual é a diferença entre a Arca do concerto e a Arca da Aliança?

Ela é chamada de: Arca do Concerto, ou mais literalmente, Arca do Testemunho (Êxodo 25:22), Arca do Senhor (1 Samuel 4:6), Arca de Deus (1 Samuel 4:18), e claro, Arca da Aliança (Josué 3:6). A Arca da Aliança foi construída por Bazalel no Sinai, segundo modelo dado por Deus a Moisés (Êxodo 25:8; 31:2-7; 37:1-9).

Qual era o poder da Arca?

Contudo, a Arca em si não tinha poder nenhum, era apenas um símbolo. Mas quando as pessoas pensavam na Arca, lembravam de Deus, de Sua glória, de Seus mandamentos e de Sua provisão.

Qual o significado da Arca da Aliança?

A Arca da Aliança era uma caixa que representava a aliança e a presença de Deus no meio do Seu povo. Através desse objeto Deus se revelava ao povo. A Arca era onde se guardavam os Dez Mandamentos e era um símbolo muito importante para os judeus.


O último relato sobre a Arca da Aliança na Bíblia

A última referência à Arca da Aliança na Bíblia foi no reinado de Josias, descendente de Davi, que realizou uma reforma religiosa e restaurou o templo.


1. A Arca foi levada por Nabucodonosor

Nabucodonosor teria levado a Arca da Aliança para a Babilônia, com os outros objetos do templo. A Arca era uma obra de arte valiosa e o símbolo do Deus de Israel. Levá-la para sua terra representaria a sua vitória total sobre o povo de Israel.


2. A Arca foi destruída pelos babilônios

Nabucodonosor teria mandado destruir a Arca da Aliança, com o templo. A presença da Arca encorajava os judeus, que a levavam para as batalhas. Destruir a Arca da Aliança seria uma boa forma de destruir a esperança dos judeus e impedi-los de se revoltarem.


7. A Arca foi colocada em uma gruta por Jeremias

Uma tradição judaica, baseada no texto de II Macabeus 2:4-5 (Bíblias católicas), afirma que o profeta Jeremias colocou a Arca em uma gruta e fechou a sua entrada.


8. A Arca foi depositada nas fundações do templo

Os judeus podem ter escondido a Arca da Aliança antes da chegada de Nabucodonosor. Isso seria uma boa ideia, se pensassem que a Arca corria o perigo de cair nas mãos dos inimigos.


O que era a Arca da Aliança?

A Arca da Aliança era um baú retangular feito de madeira de cipreste revestido de ouro por dentro e por fora. A Arca da Aliança media cerca de 1,20 m x 90 cm x 90 cm (2,5 x 1,5 x 1,5 côvados). Em cada uma de suas extremidades inferiores, havia uma argola de ouro.


Qual o significado e função da Arca da Aliança?

No Antigo Testamento a Arca é citada cerca de duzentas vezes com pelo menos vinte e duas designações diferentes. Diante disso, a Arca da Aliança perece ter servido a várias funções ao longo do tempo. Sem dúvida, dentre todas as funções, duas se destacam como sendo as principais e fundamentais para todas as outras.


A captura da Arca da Aliança

No tempo dos Juízes, a Arca foi levada para Silo, tendo já passado por Gilgal e Betel (Juízes 2:1; 20:27; 1 Samuel 1:3; 3:3). Ela permaneceu em Silo até ser capturada pelos filisteus. Em 1 Samuel 4:11, temos a descrição dessa captura no campo de batalha em Ebenézer.


A Arca da Aliança em Jerusalém

Quando Davi subiu ao trono, ele estabeleceu que Jerusalém seria a capital política e religiosa da nação de Israel, levando a Arca da Aliança para lá. A Arca ficou instalada numa tenda em Jerusalém (2 Samuel 6). Posteriormente, quando o rei Salomão construiu o Templo, a Arca ficou abrigada nele (1 Reis 6:19; 8:1-9).


Onde está a Arca da Aliança?

Existe muita especulação sobre onde estaria a Arca da Aliança atualmente. Apesar de muitas teorias, a grande verdade é que o paradeiro final da Arca é um mistério. Muitos estudiosos defendem uma hipótese plausível de que a Arca da Aliança foi perdida durante a destruição de Jerusalém pelo exército de Nabucodonosor em cerca de 587 a.C.


A Arca da Aliança nas igrejas atuais

Esse tópico está diretamente ligado ao assunto anterior no que diz respeito à finalidade já cumprida da Arca da Aliança. Falando em idolatria, não faltam réplicas da Arca da Aliança nas igrejas evangélicas atuais. De chaveiro a decoração de púlpito, a figura da Arca é empregada em grande escala.


Em Cristo a Arca não é mais necessária

Para quem realmente tem preocupação sobre a legitimidade ou não da utilização da réplica da Arca da Aliança e dos demais elementos utilizados nos cultos do Antigo Testamento em nossos dias, uma leitura cuidadosa da Epístola aos Hebreus, principalmente o capítulo 9, pode ser muito útil.


História da Arca da Aliança

A primeira menção da Arca da Aliança aparece no livro de Êxodo. Moisés é quem dá as instruções para a sua construção, pois recebeu orientações do próprio Senhor. Mas quem constrói mesmo é Bazalel, no Monte Sinai. A descrição detalhada está no livro de Êxodo, no capítulo 25.


O que a Arca da Aliança representava?

A Arca da Aliança servia para lembrar o povo que Deus estava presente entre eles. Também era um memorial para os descendentes de Israel saberem do que Deus havia feito no passado com seus pais. Contudo, a Arca em si não tinha poder nenhum, era apenas um símbolo.


INTRODUÇÃO SOBRE A ARCA DA ALIANÇA

Um dos artefatos mais importante de toda humanidade, sem dúvida é a arca da aliança, esse objeto já virou até tema de diversos filmes. Um dos maiores mistérios criado por Deus e deixado para humanidade é arca da aliança. Fique comigo até o fim desse post e vamos estudar juntos sobre a arca do concerto.


O QUE ERA A ARCA DA ALIANÇA

A arca da aliança em hebraico é – Arohn brit ( ארון הברית ).
A arca da aliança era um “baú” que representava o pacto que Deus tinha com seu povo, a verdadeira aliança entre Deus e o homem e nesse baú tinha três objetos dentro, como veremos no tópico a seguir.


O QUE SIMBOLIZAVA A ARCA DA ALIANÇA

A arca representava a presença de Deus, a famosa Shekinah, além do pacto entre Deus e o povo – Deus sempre estaria com seu povo. A arca por si próprio não tinha poder algum, mas quando o povo lembrava-se do dono da arca e voltava-se ao arrependimento, então Deus se manifestava entre eles, por intermédio de uma fumaça, chamada Shekinah.


O QUE TINHA DENTRO DA ARCA DA ALIANÇA

Na arca foram guardado três objetos – tábuas da lei, vara de Arão e um vaso de maná.
Esses objetos representam várias coisas, entre elas: aliança de Deus com povo de Israel.
Segundo alguns judeus, a arca não era só um simbolo da presença de Deus, mas a própria presença, e você, que acha sobre isso?


QUEM CONSTRUIU A ARCA DA ALIANÇA

Quem se encarregou de fabricá-la foi Bezalel, o artífice-mor dos hebreus na época.
A arca da Aliança era o símbolo maior da Kavod כָּבוֹד “ substância pesada “, a Glória que vinha do trono e da presença de Deus – Kavod é o peso da gloria de Deus, isso que Moisés pede para ver em Ex 33.


ÚLTIMA VEZ QUE FOI VISTO A ARCA DA ALIANÇA

O desaparecimento da arca, segundo algumas especulações aconteceu na conquista de Jerusalém por Nabucodonosor. Segundo o livro de II Macabeus, o profeta Jeremias foi o responsável por escondê-la no Monte Nebo.


ACÁCIA – O MATERIAL QUE A ARCA DA ALIANÇA FOI FEITA

E uma árvore que crescia no ermo, onde o povo de Israel peregrinavam.


menu

Como a maioria dos sites, Alcoólicos Anônimos (BR) usa cookies. Para oferecer um serviço personalizado e ágil e para melhorar o site, lembramos e armazenamos informações sobre como você o usa. Isso é feito usando arquivos de texto simples chamados cookies que ficam no seu computador. Ao usar este site, você concorda com este princípio.


HÁ DIFERENÇA ENTRE REUNIÃO E GRUPO?

A maioria dos membros de A.A. reúnem-se em grupos de A.A. como definidos na forma longa de nossa Terceira Tradição. Entretanto, alguns membros de A.A. encontram-se em reuniões de A.A. que diferem do entendimento comum de um grupo.


A DIFERENÇA ENTRE REUNIÕES ABERTAS E FECHADAS

O propósito de todas as reuniões dos grupos de A.A., tal como estabelece o preâmbulo, é para que os membros de A.A., “compartilhem suas experiências, forças e esperanças, uns com os outros, a fim de resolver seu problema comum e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo”. Visando a esta finalidade é que os grupos têm reuniões abertas e fechadas.

Leave a Comment