O exame toxicológico vai acabar

image

Como fazer o exame toxicológico?

Para fazer o exame toxicológico não é necessário qualquer tipo de preparo, sendo apenas necessário que a pessoa se dirija para o laboratório que realiza esse tipo de exame para que o material seja coletado e enviado para análise.

O que acontece se o exame toxicológico vencido há mais de 30 dias?

Ainda que a sua CNH não esteja prestes a vencer”, explica. Ainda conforme o professor Carlão, a multa para quem está com o exame toxicológico vencido há mais de 30 dias só acontecerá se o condutor estiver dirigindo veículos da categoria C, D e E. Ou seja, se estiver conduzindo um automóvel de passeio, a multa não é aplicável.

Qual a importância do exame toxicológico para caminhoneiros e motoristas de ônibus?

O exame toxicológico é principalmente indicado como parte do processo de admissão caminhoneiros e motoristas de ônibus, por exemplo, pois assim é possível que seja comprovada a aptidão da pessoa e se a contratação do profissional não represente risco para ele e para as pessoas transportadas, por exemplo.

Quais as datas limites para fazer o exame toxicológico?

A novidade é que o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou as datas limites para se fazer o exame toxicológico. Anteriormente, os motoristas de tais categorias que tinham o exame vencido antes de 12 abril deveriam renová-lo até 12 de maio deste ano.

image


Para que serve

O exame toxicológico serve para identificar identificar quais as substâncias que a pessoa fez uso ou entrou em contato nos últimos 90 ou 180 dias e indicar a concentração dessas substâncias no organismo, sendo as principais substâncias detectadas:


Quando é indicado

O exame toxicológico é principalmente indicado como parte do processo de admissão caminhoneiros e motoristas de ônibus, por exemplo, pois assim é possível que seja comprovada a aptidão da pessoa e se a contratação do profissional não represente risco para ele e para as pessoas transportadas, por exemplo.


Como é feito

Para fazer o exame toxicológico não é necessário qualquer tipo de preparo, sendo apenas necessário que a pessoa se dirija para o laboratório que realiza esse tipo de exame para que o material seja coletado e enviado para análise.


O motorista sem o Exame não pode ser contratado

Verdade! O Exame Toxicológico de Larga Janela de Detecção tem como objetivo identificar o consumo de substâncias psicoativas por parte do motorista nos últimos 90 dias.


O Exame Toxicológico é indolor

Verdade! O Exame, conforme abordado, é feito em um laboratório credenciado. Durante o teste, o profissional vai retirar mechas do cabelo do motorista, ou pelos, para que seja feita a análise da queratina. Ao analisá-lo pelo microscópio, identifica-se a seguinte composição: córtex, medula e cutícula capilar.


O Exame identifica qualquer substância ilícita

Verdade! Caso o motorista tenha consumido alguma das substâncias proibidas pela legislação, o laboratório consegue detectar e formalizar um laudo comprobatório.


É possível burlar o Exame Toxicológico

Mito! Mesmo que alguns profissionais considerem que algumas práticas possam alterar o resultado do Exame Toxicológico, não há como burlá-lo com nenhuma técnica. Sendo assim, esse é um dos testes mais seguros para a análise de consumo de substâncias psicoativas por parte dos motoristas.


Produtos de higiene eliminam tóxicos

Mito! Utilizar shampoos de limpeza profunda para eliminar a presença dos tóxicos nos fios de nada adianta. Nenhum produto cosmético, como condicionador, gel, shampoo, spray ou pomada consegue adulterar as substâncias presentes no córtex capilar, uma vez que esses tóxicos são internos.


O Exame Toxicológico só pode ser feito a partir da análise de pelos ou cabelo

Mito! Em casos de alopecia, por exemplo, o profissional pode requisitar um atestado médico para que a análise seja feita por meio das unhas, uma vez que a queratina também está presente nessa região.


É possível ter um falso positivo no Exame

Mito! De acordo com Letícia Galvão, da equipe comercial da LABET, não existe a possibilidade de o Exame dar um resultado falso positivo. Algo comum de acontecer é aparecer nos resultados alguma medicação que o profissional esteja tomando na época em que a coleta é feita.

image

Leave a Comment