O fies vai acabar

image


Quando o FIES acaba?

O orçamento para a Educação vem sofrendo cortes e, com isso, houve um limite para novos contratos do FIES. Apesar disso, o MEC vem realizando o FIES duas vezes por ano: no primeiro e no segundo semestre. Não há indícios de que o programa vá ser extinto no curto prazo.


O que vai acontecer com o FIES?

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou, com um veto, o Projeto de Lei 1079/20 , que suspende até 31 de dezembro de 2020 os pagamentos dos estudantes ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em razão do estado de calamidade pública decretado por causa da pandemia de Covid-19.


Como acabar com a dívida do FIES?

Para ter o abatimento, é preciso fazer o pagamento à vista. A medida foi publicada nesta sexta-feira (22) no “Diário Oficial da União”. A renegociação inclui também aqueles alunos que já estavam em fase de quitação da dívida em 30 de dezembro de 2021, mas que atrasaram o pagamento das parcelas em mais de 90 dias.


Como funciona o perdão da dívida do FIES?

Nas hipóteses de renegociação, o saldo devedor deverá ser quitado em até 15 prestações mensais, corrigidas pela Selic (taxa básica de juros). Caso o estudante descumpra o acordo e não pague três prestações sucessivas ou cinco alternadas, a dívida será restabelecida, com os acréscimos.


Quem tem FIES pode reprovar?

Conforme a Portaria Normativa nº 23, de 20 de novembro de 2013, o acadêmico beneficiado com Fies pode justificar até 2 vezes o rendimento acadêmico inferior a 75% das disciplinas cursadas no último semestre letivo financiado pelo Fies.


Quem perde o FIES pode tentar de novo?

Esperar até o próximo semestre e tentar o FIES novamente Elas sempre acontecem depois de sair o resultado de outro programa do governo federal, o ProUni. Aliás, essa pode ser uma boa alternativa: tentar o ProUni no semestre seguinte.


Quem não consegue pagar o FIES?

Além de fazer a negociação, os estudantes com dificuldade de com os pagamentos podem solicitar também a suspensão do pagamento do contrato. A suspensão do financiamento pode ser solicitada pelo período de até um ano e não tem a possibilidade de ser cancelada depois.


Quanto tempo o FIES sai do Serasa?

O estudante beneficiado pelo FIES que se formou até o ano de 2017 teve 18 meses de prazo de carência para começar a quitar o seu financiamento. Já para os contratos firmados a partir de 2018, o prazo para o início da quitação da dívida se dá logo após a formatura na conclusão do curso.


O que acontece com quem não paga o FIES depois de formado?

Ao contrário de outros tipos de empréstimo, a dívida com o Fies não se prescreve facilmente depois de 5 anos. Então, após ficar 5 anos sem pagar o empréstimo, o nome do inadimplente continuará no Serasa e ele ainda corre o risco de ter bens apreendidos e bloqueados para saldar seu débito com o Governo Federal.


Quem pode ter dívida do FIES perdoada?

Aqueles com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias na data da publicação da medida (30 de dezembro de 2021) podem ter desconto de 12% no pagamento à vista, ou parcelar o débito em 150 meses, com perdão dos juros e das multas.


Quem tem o direito do desconto do FIES?

As outras opções de desconto são: Estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30 de dezembro de 2021, terão abatimento de 77%, alunos na mesma situação, mas que estejam cadastrados no CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do auxílio emergencial no ano passado terão desconto de 92%.


O que é Anistia do FIES?

O Plenário do Senado aprovou a Medida Provisória 1090/21 que trata da renegociação de dívidas do FIES. A proposta prevê anistia total ou descontos de 77% a 99% dos juros, multas e encargos dependendo do tempo em atraso e das condições do estudante.

Leave a Comment