O liberalismo classico na pratica acaba legitimando

Full
Answer

Qual a importância do liberalismo clássico para a sociedade?

O valor mais importante para o liberalismo é a liberdade. Um liberal reconhecer que as pessoas possuem interesses diferentes e que a melhor forma do Estado garantir uma vida plena é deixar que todos possam ir em busca daquilo que desejam. Isso inclui a possibilidade de escolher o trabalho, religião, partido político, orientação sexual etc.

Quem criou o liberalismo?

Também no século XVIII, o filósofo e economista inglês Adam Smith propôs um modo de liberalismo intimamente ligado à economia, criando uma verdadeira doutrina econômica que se instalaria na Europa e no resto do mundo nas décadas e séculos seguintes.

Qual a diferença entre liberalismo clássico e libertarianismo?

Já alguns conservadores e adeptos do libertarianismo usam a expressão liberalismo clássico para traduzir sua crença na primazia da liberdade individual e no Estado mínimo. Segundo essa visão, os liberais clássicos suspeitam do Estado, por mínimo que seja, e, portanto, são contra o estado de bem-estar social.

Quais são os principais teóricos do liberalismo?

Como teoria econômica, o liberalismo surgiu no século XVIII para conferir uma estrutura conceitual ao novo movimento econômico que surgiu com a alta industrialização inciada nesse século e consolidada no século seguinte. Os principais teóricos do liberalismo clássico são Adam Smith, Alexis de Tocqueville e Benjamin Constant.


¿Qual é a teoria de John Locke?

John Locke, mesmo sendo jusnaturalista, foi na contramão da teoria de Hobbes. Locke era oposto à monarquia absolutista e reconhecia como direitos naturais a liberdade, a propriedade e a vida. Para esse teórico, a lei de natureza estabelece os direitos naturais e entende a liberdade como algo irrestrito. Nesse sentido, há brecha para que uma pessoa possa invadir e tomar a propriedade do outro.


¿Que teoria e que teoria o filósofo Hobbes desarrollo?

Ele também era jusnaturalista, ou seja, pautava a sua filosofia numa teoria de que existem direitos naturais inerentes a todos os seres humanos. Para esse filósofo, o ser humano, em seu estado natural, é regulado apenas pela lei de natureza (aquela que garante os direitos naturais e a liberdade irrestrita).


O que é o liberalismo?

O liberalismo é um ideal político cujos valores mais importantes são a liberdade e a igualdade. Um liberal acredita que as pessoas devem ficar à vontade para levar a vida como desejam, sem a interferência do Estado. Essa liberdade deve ser plena, desde que não resulte em prejuízo para terceiros.


Liberdade

O valor mais importante para o liberalismo é a liberdade. Um liberal reconhecer que as pessoas possuem interesses diferentes e que a melhor forma do Estado garantir uma vida plena é deixar que todos possam ir em busca daquilo que desejam. Isso inclui a possibilidade de escolher o trabalho, religião, partido político, orientação sexual etc.


O Estado liberal

Para o liberalismo, o Estado tem um papel fundamental. De acordo com John Locke, um dos pais do pensamento liberal, a liberdade só existe sob a lei. A razão disso é a crença de que, não havendo Estado, os indivíduos não teriam proteção e segurança. Sua vida, liberdade e bens estariam constantemente em risco.


Tipos de liberalismo

Os ideais de liberdade e igualdade, nos quais se baseia o liberalismo, não são conceitos exatos e dão margem para muitas interpretações e combinações diversas. Consequentemente, embora possamos unir vários pensadores liberais sob esses ideais, há diferentes tipos de liberalismo.


Liberalismo clássico

O liberalismo clássico defende o livre mercado e a preservação, o máximo possível, do direito de propriedade. Já vimos o que pensava Mises sobre a função do Estado: apenas garantir a segurança. Para contratar policiais, criar presídios e tribunais, o Estado tem o direito de cobrar um pequeno imposto de todos os indivíduos.


Referências e leitura adicional

É importante lembrar que esse texto foi escrito para oferecer uma compreensão inicial do liberalismo. Consequentemente, simplificamos muito um tema que é bastante complexo. Abaixo há uma lista de referências usadas para escrever o texto que podem ser úteis para conhecer mais sobre o tema.


Descrição geral

O liberalismo clássico, também referido como liberalismo tradicional, liberalismo laissez-faire ou liberalismo de mercado, é uma filosofia política e uma doutrina econômica cuja principal característica é a defesa da liberdade individual, com limitação do poder do Estado pelo império da lei (ou pela rule of law anglo-saxã), a igualdade de todos perante a lei, o direito de propriedade, e, em política econômica, prega a livre iniciativa.


História

O liberalismo pode encontrar algumas de suas raízes no humanismo renascentista, que contestava a autoridade da Igreja, e na facção Whigs da Revolução Gloriosa britânica, que, por sua defesa do direito de os súditos escolherem seu próprio rei, pode ser vista como precursora das reivindicações de soberania popular. No entanto, os movimentos geralmente tidos como verd…


Formação do conceito

A expressão liberalismo clássico foi aplicada retroativamente para distinguir o liberalismo do início do século XIX do liberalismo social, desenvolvido no século XX.
Mas o conceito de liberalismo clássico também tem sido empregado com outros significados. Às vezes, é usado para se referir a todas as formas de liberalismo anteriores …


Livre comércio e paz mundial

Vários liberais, incluindo Adam Smith e Richard Cobden, argumentam que a livre troca de bens entre as nações pode levar à paz mundial. Cientistas políticos americanos contemporâneos, incluindo Dahl, Doyle, Russet e O’Neil, apóiam essa teoria. Dr. Gartzke, da Universidade de Colúmbia, diz que “acadêmicos como Montesquieu, Adam Smith, Richard Cobden, Normal Angell e Richard Rosecrance já haviam especulado que o livre mercado tem o potencial de liberar as n…


Liberdade

O diretor executivo do The Objectivist Center e libertário David Kelley argumenta que os liberais clássicos tinham um conceito de liberdade inteiramente em contradição com a definição liberal moderna. Enquanto os liberais clássicos pediam por livre comércio e autoridade central limitada, os liberais modernos redefiniram liberdade e direitos humanos para incluir autoridade do governo sobre a propriedade, trabalho e capital. Adam Smith argumentava que de maneria a servir o be…


Divergências entre liberais clássicos

Em seu livro A Lei, Frédéric Bastiat critica os autores Montesquieu e Jean-Jacques Rousseau por terem argumentado de uma maneira “anti-liberal”. O autor escreve o seguinte:
“Estes autores socialistas olham para as pessoas da mesma maneira que o jardineiro olha para suas árvores. Assim como o jardineiro dá caprichosamente às árvores a forma de pirâmides, guarda-sol, cubos, vasos, leques e outras coisas, da mesma forma procede o escritor socialista.”


Ver também

• Filosofia econômica
• Filosofia política
• História do pensamento econômico
• Libertários
• Minarquismo


Ligações externas

• Liberalismo: principais ideias e tipos
• Pensadores liberais, suas obras e contribuições
• «Academia Liberalismo Econômico»
• «Instituto Adam Smith» (em inglês)


A Função Do Presidente

Image
Sua função é simplesmente supervisionar um governo minúsculo, virtualmente sem poder, exceto para arbitrar disputas entre estados, que são as principais unidades governamentais. Ele é o líder do estado, mas nunca o líder do governo. Sua posição, na verdade, é de constante subordinação aos funcionários ao redo…

See more on rothbardbrasil.com


O Governo Invisível

  • Aqueles que não votam e não ligam para política têm sua liberdade garantida. Eles não têm direitos especiais, contudo seus direitos à individualidade, à propriedade e à autonomia nunca são postos em dúvida. Por essa razão, e por todos os propósitos práticos, eles podem se esquecer do presidente e, consequentemente, do resto do governo federal. Não faz diferença s…

See more on rothbardbrasil.com


Extrema Descentralização

  • A política desse país é extremamente descentralizada, mas a população é unida por uma economia que é perfeitamente livre e por um sistema de comércio que permite às pessoas se associarem voluntariamente, inovarem, pouparem, e trabalharem baseando-se em benefícios mútuos. A economia não é controlada, estorvada ou mesmo influenciada por qualquer comand…

See more on rothbardbrasil.com


Sem Utopia

  • Seria isso uma utopia? Na verdade, nada mais é do que o resultado da minha premissa inicial: que o presidente dos EUA é tão restringido que não é nem importante saber quem ele é. Isso significa uma sociedade livre que não é controlada por ninguém, exceto por seus membros em suas qualidades de cidadãos, pais, trabalhadores e empreendedores. Como vocês já devem te…

See more on rothbardbrasil.com


Liberalismo

  • Nos séculos XVIII e XIX, o termo liberalismo geralmente se referia a uma filosofia de vida pública que afirmava o seguinte princípio: sociedades e todas as suas partes não necessitam de um controle central administrador porque as sociedades normalmente se administram através da interação voluntária de seus membros para seus benefícios mútuos. Hoje não podemos chama…

See more on rothbardbrasil.com


Anti-Governo?

  • Claro, meus comentários podem ser denunciados como anti-governo. Dizem-nos diariamente que as pessoas que são anti-governo são uma ameaça pública. Mas, como Jefferson escreveu nas Resoluções de Kentucky (Kentucky Resolutions), um governo livre é fundamentado na desconfiança, e não na confiança. “Em questões de poder, portanto, não mais deixemos que s…

See more on rothbardbrasil.com


O Presidente Não-Liberal

  • Quando a constituição foi escrita, Washington, D.C, era um pantanoso pasto para vacas com apenas algumas construções, e a sociedade americana era a mais livre do mundo. Hoje, a área metropolitana de D.C é a mais rica da face da terra porque é a sede do maior governo do mundo. O governo dos EUA tem mais pessoas, recursos e poder à sua disposição do que qualquer outr…

See more on rothbardbrasil.com


Descontentamento Público

  • A realidade, no entanto, é que as pessoas não estão satisfeitas com esse arranjo. Durante a Guerra Fria, o público foi persuadido a ceder uma quantidade surpreendente de sua liberdade pelo bem da missão maior de afastar o comunismo. Antes disso, foi a Segunda Guerra Mundial, e antes foi a Depressão, e antes a Primeira Guerra Mundial. Pela — e apenas — segunda vez ne…

See more on rothbardbrasil.com


Lições aprendidas

  • À medida que nos aproximamos do século XXI, quais as lições que aprendemos do século que fica? A mais importante refutação do socialismo veio de Ludwig von Mises, em 1922. Seu tratado chamadoSocialismo afastou pessoas boas de doutrinas ruins, e jamais foi refutado por qualquer um dos milhares de marxistas e estatistas que o atacaram. Por causa desse livro, hoje ele é rev…

See more on rothbardbrasil.com


Propriedade

  • Daí surge a mais famosa frase de Mises deste livro, a frase que alarmou e inspirou intelectuais por todo o mundo: “O programa do liberalismo”, se “condensado em uma única palavra, seria: propriedade.” Por propriedade, Mises se referia não apenas à propriedade privada em todos os níveis da sociedade, mas também ao controle da mesma por seus próprios proprietários. Com …

See more on rothbardbrasil.com

Leave a Comment