O que e açao extrajudicial

image

O terceiro ajudará você e o provedor de serviços (o alvo da sua reclamação) a resolver a disputa concluindo um contrato por escrito ou decidirá diretamente na arbitragem do (ou seja, fora do tribunal). Isto é, basicamente, a ação extrajudicial. O que é ação extrajudicial?

Full
Answer

O que é uma ação extrajudicial e qual a sua importância?

É bom que você saiba que o novo código de processo civil (colocar link para o código) cogitou essa tendência no sentido de levar soluções para os conflitos de modo amigável, sem que para isso, as partes venham brigar na justiça. É por esta razão que a ação extrajudicial é também conhecida como ação amigável feita pela via administrativa.

O que é advocacia extrajudicial?

A advocacia extrajudicial é, então, uma modalidade que se baseia na parceria entre advogados e as chamadas serventias extrajudiciais, representadas, sobretudo, pelos cartórios.

Como funciona a recuperação extrajudicial?

A recuperação extrajudicial permite uma reorganização financeira gradual, possibilitando o estabelecimento de acordos distintos para cada classe de credores.

Por que a notificação extrajudicial é importante?

A notificação extrajudicial é importante porque, caso não seja suficiente para solucionar uma questão entre duas partes em conflito, pode ser usada como prova em um processo judicial. Para que uma notificação extrajudicial pode ser usada?

image


O que é ação extrajudicial?

Na cobrança extrajudicial não existe a presença ou a interferência de advogados ou qualquer tipo de ação judicial. Nesse tipo de cobrança, a empresa é quem entra em contato com o devedor e propõe um acordo para o devido acerto das contas. Por isso que ela é chamada de cobrança amigável.


O que acontece se eu não pagar uma dívida extrajudicial?

Durante o curso do processo, o juiz oferecerá um prazo para que o pagamento da dívida seja feito, sob o risco de penhora. Isso quer dizer que, caso você não cumpra com a sua obrigação de pagar a dívida, o processo de penhora dos seus bens começará. Há também o risco de ter a sua conta bloqueada.


Como funciona a cobrança extrajudicial?

A cobrança extrajudicial é aquela em que existe uma notificação que comprove a situação de inadimplência do consumidor. Ou seja, o devedor tem ciência da dívida e existe uma iniciativa para buscar uma solução.


Qual a diferença de notificação judicial e extrajudicial?

Notificação judicial – que é realizada via requerimento ao Poder Judiciário, tendo seu procedimento previsto nos artigos 726 a 729 do Código de Processo Civil – CPC; Notificação extrajudicial – que é realizada sem a necessidade de intervenção do Judiciário.


O que acontece quando o devedor não tem bens para penhorar?

Quando não encontrar bens penhoráveis, independentemente de determinação judicial expressa, o oficial de justiça descreverá na certidão os bens que guarnecem a residência ou o estabelecimento do executado, quando este for pessoa jurídica.


Como se defender de uma cobrança extrajudicial?

No processo de cobrança de dívidas, o devedor pode se defender por uma ação chamada de embargos do devedor ou, então, embargos à execução. Assim, deve mostrar que a cobrança está irregular. Nos embargos à execução, são inúmeras as defesas que o devedor pode alegar: prescrição da dívida (expirou o prazo de cobrança);


O que fazer quando se recebe uma notificação extrajudicial?

Seu recebimento é prova de que a pessoa que a recebeu tomou conhecimento do conteúdo da notificação. Então, se você recebeu uma notificação extrajudicial, entre em contato com quem te notificou e busque resolver amigavelmente a questão apresentada pelo notificante.


Quanto cobrar para fazer um acordo extrajudicial?

Em geral, 10% a 20% sobre o valor econômico da questão, mínimo R$ 2.666,74. 93 – CONTRATOS EM GERAL: Minuta de contrato ou de qualquer documento: 2% do seu valor, mínimo R$ 800,03.


Qual o valor de uma notificação extrajudicial?

R: Basta trazer 2 vias originais da notificação, assinadas e com endereço completo, valor de cada notificação R$ 139,70 – valor em cartório de Fortaleza/CE.


Precisa de advogado para notificação extrajudicial?

Recomenda-se sempre que seja feito através de um advogado especialista, que irá redigir a lide de forma objetiva e criteriosa, mas por lei não é obrigatório constituir um advogado para assinar a notificação extrajudicial.


Qual o prazo para responder uma notificação extrajudicial?

prazo de dois anos.


Entidades alternativas de resolução de disputas

Se alguém está falhando em responder à sua reclamação dentro de um prazo cabível, você poderá iniciar um processo alternativo de resolução de disputas através do PROCON, uma agência de cobranças ou um tribunal de pequenas causas, por exemplo.


Arbitragem extrajudicial

Você pode usar a arbitragem para resolver uma disputa, se tiver um contrato de arbitragem com a empresa ou pessoa com quem precisa resolver seu problema. Esse contrato especifica qual arbitragem é elegível para agir no assunto, seus dados de contato e o contrato que pode estar sujeito a uma disputa a ser resolvida por esse tribunal.


Mediação extrajudicial

A mediação é um método para resolver uma disputa om a ajuda de uma terceira pessoa imparcial, a mediadora. Usando um mediador, você e a outra parte trabalharão juntos para encontrar uma solução mutuamente aceitável por meio de um procedimento informal não público.


Mediação

Como o próprio nome diz, nessa modalidade de processo extrajudicial uma pessoa imparcial no conflito em questão faz a mediação de uma conversa entre as parte s. Nesse momento, a parte reclamante e a parte reclamada explicam o acontecido e contam seus lados da história.


Conciliação

Na categoria de processo extrajudicial com conciliação, o mediador também faz parte, mas neste caso ele pode ser mais participativo na negociação entre as partes.


Arbitragem

Nos processos judiciais com arbitragem, as partes optam por ter um ou mais árbitros, geralmente pessoas com vasto conhecimento do assunto, para decidir o conflito. Nesse caso eles atuam como verdadeiros juízes do caso e suas decisões têm o mesmo efeito de uma sentença feita dentro do Poder Judiciário.


Notificação, Cobrança e Acordo

Dentro de um processo extrajudicial, existem ainda três instrumentos que podem ser usados ao longo da ação, principalmente nos casos de cobrança. Vamos ver como eles funcionam.


Diferença entre processo judicial e processo extrajudicial

Agora que você já sabe o que é um processo extrajudicial, suas modalidades e instrumentos, vamos entender qual a diferença desse para um processo judicial.


Vantagens de fazer uma negociação com processo extrajudicial

Optar por uma negociação extrajudicial ao invés de uma ação no Judiciário possui benefícios enormes. O próprio Novo Código de Processo Civil promove essa escolha a fim de desafogar o Poder Judiciário para tratar dos casos realmente necessários dentro dessa esfera e melhorar a celeridade processual.


O que é a advocacia extrajudicial?

A advocacia extrajudicial é um tema relativamente novo dentro da advocacia e que está em alta no Brasil. Trata-se de uma vertente que está incluída em uma esfera mais abrangente do Direito: a desjudicialização.


Como ganhar dinheiro com a advocacia extrajudicial?

Para explicar esse tópico, deixo aqui para você este vídeo com um bate-papo que Daniela Mascarenhas fez em seu canal com a Dra. Gabriela Pereira.


o que é uma notificação extrajudicial?

Simplificando, podemos dizer que uma Notificação Extrajudicial é como uma “carta”, que tem a finalidade de trazer ao conhecimento do notificado (destinatário) o que está acontecendo e quais as consequências de seus atos ou da omissão deles.


para que serve?

O conteúdo de uma notificação pode variar muito! Por exemplo, cobrar uma dívida, desocupar um imóvel, para cessar o uso indevido de uma marca, para solicitar documentos, entre muitos outros assuntos.


como ela é feita?

A notificação para ter validade precisa cumprir alguns requisitos, começando pelo título, que pode parecer óbvio, mas tem que constar “NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL”. Depois vem a parte da qualificação completa das partes, do notificante (remetente) e do notificado (destinatário).


Quem pode fazer?

Um advogado, profissional qualificado para elaborar uma Notificação Extrajudicial, será capaz de contar os fatos e fazer uma fundamentação jurídica correta para seu caso. Ainda, pode-se notificar via AR, ou seja, pelos correios, ou pelo Cartório, onde o oficial de justiça vai dar andamento.


Como fazer um notificação extrajudicial?

Para que seja válida a notificação extrajudicial deve passar por um Cartório de Registro de Títulos e Documentos. Isto é importante para dar validade ao documento que será entregue ao destinatário da notificação.


Como a notificação extrajudicial pode ser usada como prova judicial?

A notificação pode ser usada como prova se não for possível solucionar a questão extrajudicialmente (fora da Justiça) e se for preciso ajuizar uma ação para discutir o problema. A notificação extrajudicial se torna uma prova de que a pessoa foi notificada de uma determinada situação e optou por não resolvê-la.


Quem pode fazer uma notificação extrajudicial?

Vamos pensar outro exemplo. Você é dono de uma empresa que oferta projetos de hotelaria. Você fez uma venda e combinou com o cliente como tudo iria funcionar. No início estava tudo ok, mas em determinado momento, seu cliente começa a ter dificuldades de pagamento. O que você pode fazer neste caso? Uma notificação extrajudicial.


Por que utilizar a cobrança extrajudicial?

Você pode utilizar a cobrança extrajudicial para diversos fins, desde a negociação amigável até servir como prova em uma eventual intervenção judicial.


Como fazer uma notificação extrajudicial?

Estes dados são as informações básicas da pessoa que receberá a notificação extrajudicial, e deve constar alguns dados importantes como o nome completo da pessoa, sua documentação tanto no caso de pessoa física ou jurídica, endereço e outras informações.


Como é entregue a notificação extrajudicial?

Existem diversas formas de entregar uma notificação extrajudicial à pessoa que receberá a informação. O melhor método, entretanto, é através de um cartório de títulos e documentos.


Por que utilizar esse tipo de notificação?

Portanto, as notificações extrajudiciais são uma tentativa honesta de negociar com uma pessoa inadimplente ou que precise dar uma resposta de maneira oficial.


O que é a Recuperação Judicial?

É um instrumento regido pela Lei de Falências e Recuperação de Empresa — LFRE (Lei 11.101, de 9 de fevereiro de 2005). Seu objetivo é ajudar a empresa em sua reestruturação financeira, permitindo a manutenção da fonte produtora, dos empregos e dos interesses dos credores.


Como entrar com um pedido de Recuperação Judicial?

O processo acontece por etapas. Inicialmente, o requerimento vai para o que se costuma chamar de ajuizamento que nada mais é do que a verificação dos requisitos básicos e deferimento do juiz.


Agora, o que é a Recuperação Extrajudicial?

Se o recurso anterior passa pelas mãos do juiz e corre por meio de um processo comum, a recuperação extrajudicial é um acordo feito diretamente entre a empresa endividada e os seus credores.


Quais as vantagens e desvantagens da recuperação extrajudicial?

A recuperação extrajudicial permite uma reorganização financeira gradual, possibilitando o estabelecimento de acordos distintos para cada classe de credores.


Como adotar um plano de recuperação extrajudicial?

Embora não seja tão comum, o recurso pode e deve ser utilizado por empresas de qualquer porte e modelo tributário. Afinal, é uma alternativa econômica para restruturar a empresa, que não requer custos processuais.


Como garantir os ganhos durante a recuperação judicial e extrajudicial?

Além de cumprir as etapas do plano de recuperação, é importante manter a operação a todo vapor para garantir a entrada de receita e manutenção do caixa. Pensando nisso, separamos um artigo que contém dicas para evitar cancelamentos de clientes. Clique aqui e confira!


O que é a Usucapião Extrajudicial

A Usucapião extrajudicial, como já mencionei, é uma novidade que surgiu com o Código de Processo Civil. O art. 1.071 do CPC acrescenta o art. 216-A na Lei de Registros Públicos ( Lei nº 6.015/73 ), com isso nasce a modalidade extrajudicial de usucapião.


Onde tramita o Usucapião Extrajudicial

O pedido de usucapião na modalidade extrajudicial ocorre no Registro de Imóveis onde a casa ou terreno estiver situada, mesmo que haja registro em outro local.


Quem pode pedir?

Qualquer pessoa que esteja na posse de um imóvel, e atenda os requisitos da modalidade usucapião que requer, poderá solicitar a Usucapião Extrajudicial.


Requisitos Gerais

Posse com intenção de dono, por período que pode variar de 2 a 15 anos, dependendo da modalidade de usucapião que se encaixar na realidade dos fatos. 3


Soma da Posse

Quem pretende entrar com o pedido de Usucapião Extrajudicial precisa comprovar o tempo de posse no imóvel conforme a modalidade que usará de Usucapião. Porém, esse tempo não precisa ser somente o tempo do requerente no imóvel.


Preciso de Advogado?

Sim, cocê precisa de um advogado na Usucapião Extrajudicial, pois é necessário que o pedido que é feito ao Oficial junto ao Registro de Imóveis seja com advogado como procurador.


Documentos necessários para usucapião extrajudicial

Juntamente com seu advogado é necessário juntar ou fazer alguns documentos para que possa ser possível fazer o requerimento de Usucapião Extrajudicial no Registro de Imóveis.

image


O Que É Ação Extrajudicial?

  • As seguintes entidades estão envolvidas na solução extrajudicial de questões, principalmente em causas do consumidor: a) entidades alternativas de resolução de disputas; b) tribunais de arbitragem permanentes; c) mediadores. Cada um deles possui características específicas, mas, em geral, o sistema extrajudicial de solução de controvérsias baseia-s…

See more on creditooudebito.com


Entidades Alternativas de Resolução de Disputas

  • Se alguém está falhando em responder à sua reclamação dentro de um prazo cabível, você poderá iniciar um processo alternativo de resolução de disputas através do PROCON, uma agência de cobranças ou um tribunal de pequenas causas, por exemplo. Ao selecionar uma entidade alternativa de resolução de disputas nessa lista, verifique se essa entidade está qualifi…

See more on creditooudebito.com


Arbitragem Extrajudicial

  • Você pode usar a arbitragem para resolver uma disputa, se tiver um contrato de arbitragem com a empresa ou pessoa com quem precisa resolver seu problema. Esse contrato especifica qual arbitragem é elegível para agir no assunto, seus dados de contato e o contrato que pode estar sujeito a uma disputa a ser resolvida por esse tribunal. A conclusão de um acordo de arbitrage…

See more on creditooudebito.com


Mediação Extrajudicial

  • A mediação é um método para resolver uma disputa om a ajuda de uma terceira pessoa imparcial, a mediadora. Usando um mediador, você e a outra parte trabalharão juntos para encontrar uma solução mutuamente aceitável por meio de um procedimento informal não público. Uma condição prévia para a mediação é que ambas as partes estejam interessadas e…

See more on creditooudebito.com

Leave a Comment