O que fazer para acabar com o leite materno

image

Os chás de menta e sálvia são excelentes opções para as mulheres que querem secar o leite materno. O consumo dessas bebidas é uma forma natural e muito eficiente de estancar o líquido, sem precisar se submeter ao uso de medicamentos. Para conferir as outras dicas, clique aqui.

Full
Answer

Como secar o leite materno?

Outro médico que deve ser consultado é o seu ginecologista, alguns medicamentos podem ser usados para secar o leite materno gradualmente, como é o caso do paracetamol e do ibuprofeno. Embora sejam medicamentos vendidos sem receita é necessário ter muito cuidado com a dosagem, pois isso pode causar problemas nos rins e outros efeitos colaterais.

Como reduzir a produção de leite materno sem recorrer a medicamentos?

Alguns chás são excelentes para reduzir a produção de leite. Essa é uma forma muito eficiente de aprender como secar o leite materno sem recorrer a medicamentos. O chá de menta é o mais utilizado. É um chá delicioso que provoca relaxamento e ainda reduz a produção de leite. Vale a pena fazer uma hortinha em casa, …

Qual a importância do leite materno para o bebê?

Você pode usar leite materno ou fórmula para fazer receitas deliciosas e nutritivas, mesmo depois de tirar o bebê do peito. As seguintes receitas combinam o leite materno com frutas e vegetais que são ótimos primeiros alimentos para bebês. 1. Manteiga de leite materno

O que fazer após o desmame de leite materno?

Portanto, se você estiver produzindo leite após o desmame ou tiver o leite materno congelado em pacotes, não o deixe desperdiçar. Afinal, é considerado ouro líquido!

image


Quando é aconselhado secar o leite

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que as mães saudáveis amamentem seus filhos até pelo menos os 6 meses e no máximo 2 anos. Entretanto, em casos excepcionais a amamentação não pode ser indicada sendo recomendado secar o leite. Mães portadoras de HIV e que possuem câncer de mama, por exemplo, costumam adotar o método.


Como secar o leite – Dicas caseiras

Qualquer mulher que deseja interromper a produção do leite deve parar de estimular o processo. Então, o primeiro passo é não amamentar. Quando o bebê realiza a sucção do leite, automaticamente esse movimento estimula a produção do leite. Consequentemente, não vai secar. Por isso, é fundamental que a mulher tenha parado de amamentar.


Chás e remédios para desestimular produção de leite

Junto com as dicas caseiras, as mamães podem recorrer aos chás que ajudam a desestimular a produção do leite. O chá de menta é um grande aliado, além de agir como um hidratante nas mamas. Sem contar que é saboroso. O chá de sálvia é outra alternativa, tendo sua ingestão recomendada de 2 a 3 vezes ao dia.


Como parar de amamentar

Se ainda não desmamou por completo o bebê e deseja em breve começar a secar o leite, separamos algumas dicas para este processo. É comum que as mães se queixem de que desmamar o neném é algo difícil e às vezes traumático. Mas calma! Existem formas de tornar isso menos complicado.


É hora de interromper a amamentação noturna

Normalmente, é durante a noite que o bebê faz a sua última mamada. Logo, algumas crianças só conseguem dormir depois de terem sido amamentadas. O ideal é que elas durmam sem a necessidade de mamar. Desse modo, é interessante ensinar o bebê a dormir independente disso, porém o processo pode demorar alguns meses.


1. Observe se a pega está correta

O jeito certo do pequeno mamar é abocanhar a aréola toda. “Se ele pega só o bico, vai apenas chupar, sem conseguir sugar de verdade”, explica. Quando há falhas nesse processo, a produção cai, a mãe pode se machucar e o filho não receber a quantidade ideal de leite.


3. Investigue a dor

Nos primeiros dias, as mamas ainda ficam inchadas, doloridas e podem liberar pouco leite. Depois disso, entretanto, o incômodo merece atenção. É até normal que a pegada inicial seja mais sentida, mas se a dor persiste durante a mamada, mesmo que leve, deve ser investigada.


4. Amamente em livre demanda

Dar o peito quando o bebê quiser, sem estabelecer horários, é o melhor método para mantê-lo saudável e também para estimular a lactação. Mas, se o tempo entre uma mamada e outra demora muito, como no caso de mulheres que trabalham, o ideal é retirar o leite com bombas de sucção elétricas ou manuais.


5. A mãe precisa estar descansada

Bom, é difícil dizer que uma mãe de bebê precisa descansar, mas infelizmente o estresse influencia na amamentação, assim como a ansiedade. “Especialmente nos primeiros meses, a mulher precisa repousar entre as mamadas, porque o cansaço atrapalha a saída do leite”, conta Monica.


6. Espere a mama esvaziar antes de trocar de lado

Os dois seios devem ser oferecidos à criança, mas respeitando o ritmo natural da amamentação. Isso porque interromper a alimentação antes da hora pode fazer com que o organismo entenda que aquela quantidade que fabricou não é mais necessária. Sem contar que o leite do final da mamada é mais rico em gordura e nutrientes importantes para o bebê.


7. Entenda quando está mesmo faltando leite

O melhor jeito de saber é observar o filho. “Se ele suga bem, dorme bem, faz xixi e cocô várias vezes ao dia, a urina está clarinha e o peso está dentro dos parâmetros, então ele está recebendo a quantidade correta”, orienta Monica.


8. Remédios, massagens e compressas mornas ajudam

Às vezes a fonte seca mesmo, por motivos que vão do formato das mamas a desequilíbrios hormonais, passando por problemas de saúde pré-existentes da mãe. Daí entram em cena táticas como massagens que estimulam a região e compressas de água morna, que favorecem a vasodilatação e a atividade das glândulas mamárias.


1. Dar de mamar sempre que o bebê estiver com fome

Uma das formas mais eficazes de garantir a produção de leite materno é dar de mamar sempre que o bebê estiver com fome. Isto porque, quando o bebê mama são liberados hormônios que levam o corpo a produzir mais leite para substituir aquele que foi retirado.


2. Dar a mama até ao fim

Quanto mais vazia ficar a mama após a mamada, maior será a produção de hormônios e maior a produção de leite. Por esse motivo, sempre que possível é aconselhado deixar o bebê esvaziar completamente a mama antes de oferecer a outra.


3. Beber mais água

A produção de leite materno depende bastante do nível de hidratação da mãe e, por isso, beber 3 a 4 litros de água por dia é essencial para manter uma boa produção de leite. Além da água, também se pode ingerir sucos, chás ou sopas, por exemplo.


5. Olhar o bebê nos olhos durante a amamentação

Olhar para o bebê enquanto ele mama, ajuda a liberar mais hormônios na corrente sanguínea e consequentemente aumenta a produção de leite. Saiba quais são as melhores posições para amamentar.


6. Tentar relaxar durante o dia

Descansar sempre que possível garante que o corpo tem energia suficiente para a produção de leite materno. A mãe pode aproveitar para ficar sentada no cadeirão da amamentação quando acabar de amamentar e, se possível, deve evitar as tarefas domésticas, principalmente aquelas que exigem mais esforço.

image

Leave a Comment