O significa processo extinto qd vc move uma açao

image

Significa que um juiz ou uma juíza determinou a extinção do processo, porque ele não possui alguns requisitos previstos em lei. Não significa que o autor tenha ganhado ou perdido a causa, mas, apenas, que o processo não poderá prosseguir. O que é extinto o processo por ausência das condições da ação?

Full
Answer

O que acontece quando o processo é extinto?

Significa que um juiz ou uma juíza determinou a extinção do processo, porque ele não possui alguns requisitos previstos em lei. Não significa que o autor tenha ganhado ou perdido a causa, mas, apenas, que o processo não poderá prosseguir. Quando o juiz julga extinto o processo? EXTINÇÃO DO PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.

O que é a extinção do processo?

Os juízes podem julgar um processo procedente (autor venceu o processo) e ainda assim determinar a extinção, ou seja, a baixa do processo.

Qual a diferença entre extinção e perda do processo?

Em resumo, extinção é o ato de dar baixa em determinado processo. O Juiz pode determinar a baixa do processo por diversos motivos, mas a parte que se sentir prejudicada pela decisão poderá recorrer. O mais importante a saber por enquanto é que Extinção NÃO significa perda do processo!

image


O que significa quando o processo foi extinto?

Significa que um juiz ou uma juíza determinou a extinção do processo, porque ele não possui alguns requisitos previstos em lei. Não significa que o autor tenha ganhado ou perdido a causa, mas, apenas, que o processo não poderá prosseguir.


O que acontece depois da extinção do processo?

Transitada em julgado, essa sentença fará coisa julgada formal e material, não podendo a ação ser reproposta. Já na hipótese de não haver resolução de mérito, a sentença é chamada terminativa, porque o juiz extingue o processo sem analisar o mérito.


Quando o juiz julga extinto o processo?

EXTINÇÃO DO PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO. Dá-se quando é proferida a sentença chamada “terminativa” ou “extintiva”, aquela em que não há resolução de mérito pelo juiz. O artigo 485 do CPC traz diversas hipóteses em que o juiz irá extinguir o processo sem julgamento de mérito.


Quanto tempo para o processo ser extinto?

Para que a hipótese de extinção se configure, é necessário que o processo permaneça parado por mais de 1 (um) ano sem que nenhuma das partes tenha praticado atos no processo. A extinção pode ocorrer por iniciativa da parte ou do Ministério Público, e, ainda, ser decretada de ofício pelo juiz.


O que acontece quando o processo some?

SE DESAPARECEU, EXTINGUE-SE O PROCESSO SEM JULGAMENTO DO MÉRITO em Jurisprudência.


Quando o juiz extingue o processo cabe recurso?

Contra ato que extingue o processo, o recurso cabível é o de apelação em Jurisprudência.


É possível desarquivar processo extinto?

Considerando que a sentença extintiva transitou em julgado, não é possível a realização de desarquivamento do processo para prosseguimento da execução. Outrossim, nada obsta ao manejo de nova ação; 4.


Qual a diferença entre extinção e arquivamento do processo?

Processo extinto é aquele que está encerrado por alguma das hipóteses dos arts. 267 do CPC. Depois de decorrido o prazo para a manifestação da parte o processo permanece alguns dias em cartório e depois vai para o arquivo geral, central, de onde só sairá com o pagamento de custas.


Quando o processo é extinto pode entrar novamente?

Quando o processo é extinto com resolução do mérito ele não mais poderá ser reaberto, não sendo cabível falarmos em desarquivamentos dos autos, o que é permitido no caso de processo baixado ou arquivado.


O que acontece depois que o processo é arquivado?

O arquivamento do processo é uma ação no sistema para informar que o processo foi arquivado e não terá mais movimentação. Significa, portanto, que sua tramitação cessou, e se caracteriza pelo fim da ação administrativa que determinou a produção do documento.


É possível desistir da ação após a sentença?

1. Após a sentença não cabe extinção por desistência da ação, mas apenas desistência do recurso ou renúncia ao direito sobre o qual se funda a ação, devendo este ser expresso.


O que quer dizer julgo extinto o processo com resolução do mérito?

A extinção do processo com resolução do mérito é aquela que decide todas as questões trazidas no processo através de uma sentença. Ex.: o reclamante pede horas extras e o juiz decide se ele tem direito ou não às horas pleiteadas.


O que se pode fazer quando um processo é extinto?

Caso o seu processo tenha sido julgado extinto, o primeiro passo a se fazer é entrar em contato com seu advogado para que ele explique o motivo da extinção e lhe explique os próximos passos, se haverá o cumprimento da sentença, recurso ou mesmo um novo processo no futuro.


Quando o processo é extinto pode entrar novamente?

Quando o processo é extinto com resolução do mérito ele não mais poderá ser reaberto, não sendo cabível falarmos em desarquivamentos dos autos, o que é permitido no caso de processo baixado ou arquivado.


O que é o julgamento do mérito?

Julgar o mérito é conceder ou negar a tutela jurisdicional postulada pelo autor – no segundo caso, concedendo-a ao réu. Quer se acolha ou rejeite a demanda do autor, julgar o mérito é sempre dispor sobre a pretensão deduzida…


Quando o processo é extinto sem resolução de mérito?

EXTINÇÃO DO PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO. Dá-se quando é proferida a sentença chamada “terminativa” ou “extintiva”, aquela em que não há resolução de mérito pelo juiz. O artigo 485 do CPC traz diversas hipóteses em que o juiz irá extinguir o processo sem julgamento de mérito. Passemos a analisar cada uma delas.


Quando o juiz irá julgar o processo com resolução do mérito?

O juiz julgará antecipadamente o pedido, proferindo sentença com resolução de mérito, quando: I – não houver necessidade de produção de outras provas; II – o réu for revel, ocorrer o efeito previsto no art. 344 e não houver requerimento de prova, na forma do art.


O que acontece se eu entrar com o mesmo processo duas vezes?

Não é apenas no Processo Civil que a litispendência existe e é aplicada. … Se for identificado que uma ação trata das mesmas partes, da mesma causa e dos mesmos pedidos de outra que já está sendo apurada, pode -se pedir a litispendência da última, pois uma pessoa não pode ser duplamente julgada por um mesmo fato.

image

Leave a Comment