O valor da condenaçao excedeu o rito sumarissimo açao trabahista

image

O Rito Sumaríssimo está previsto no art. 852-A a 852-I da CLT e se aplica à causa cujo valor supere dois e não ultrapasse 40 salários mínimos vigente na data do ajuizamento.

Full
Answer

Qual a diferença entre rito sumaríssimo e rito ordinário trabalhista?

No momento do processo trabalhista, o rito sumaríssimo traz com si diferenças significativas quando comparado em relação ao rito ordinário. Como já falamos acima, o rito sumaríssimo trabalhista tem como objetivo encurtar o tempo de sua duração para trazer maior efetividade ao jurisdicionado.

Quais são as ações sujeitas a rito sumaríssimo?

As demandas sujeitas a rito sumaríssimo serão instruídas e julgadas em audiência única, sob a direção de juiz presidente ou substituto, que poderá ser convocado para atuar simultaneamente com o titular (art. 852-C, CLT). As ações trabalhistas submetidas ao rito sumaríssimo devem ser apreciadas em uma única audiência.

Quais são as características do rito sumaríssimo?

O rito sumaríssimo possui com si algumas características importantes, porém, separamos as principais para você: Conta com apenas uma única audiência, na qual é registrada através de uma ata os atos mais importantes; No rito sumaríssimo não há citação por edital, porém no rito ordinário é citado;

Qual a diferença entre o ordinário e o sumaríssimo?

O Ordinário é aquele adotado na maior parte dos casos.  Já o Sumaríssimo é cheio de particularidades que a CLT exige que sejam observadas (artigos  852-A a 852-I). O terceiro rito é o Sumário (Lei n.° 5584/70), que eu nem incluí no quadro abaixo, mas que basicamente tem as seguintes características:

image


Qual o valor do rito sumaríssimo na Justiça do Trabalho?

Rito Sumaríssimo. O Rito Sumaríssimo está previsto no art. 852-A a 852-I da CLT e se aplica à causa cujo valor supere dois e não ultrapasse 40 salários mínimos vigente na data do ajuizamento.


Como funciona a audiência no rito sumarissimo?

As demandas sujeitas a rito sumaríssimo serão instruídas e julgadas em audiência única, sob a direção de juiz presidente ou substituto, que poderá ser convocado para atuar simultaneamente com o titular.” Além disso, a audiência será utilizada para conciliação, instrução e julgamento.


Qual a diferença entre rito ordinário e Sumarissimo?

O rito sumaríssimo e do rito ordinário são tipos de procedimentos adotados no processo para julgar processos. O primeiro caso, rito sumaríssimo, é utilizado quando o valor da causa não exceda 40 vezes o salário mínimo vigente, caso contrário será utilizado o rito ordinário.


Como saber o rito da ação trabalhista?

Diferença entre os Ritos do Processo TrabalhistaOlá, pessoal! … a) Rito sumário: se o valor da causa for de até 2 (dois) salários mínimos, o processo deve seguir o rito sumário. … b) Rito sumaríssimo: é o rito mais utilizado na prática forense, em concursos e provas.More items…


É admitido prova pericial no rito sumaríssimo?

A prova pericial é permitida no procedimento sumaríssimo e é chamada de prova técnica, podendo esta ser determinada de ofício ou por requerimento.


Quantas testemunhas podem ser ouvidas nos procedimentos sumaríssimo?

O número de testemunhas tem relação direta com o rito do processo em que a audiência acontecerá. Se o procedimento for sumaríssimo, cujo valor da causa é inferior a 40 (quarenta) salários-mínimos, poderão ser ouvidas até 2 (duas) testemunhas, conforme artigo 852-H, § 2º da CLT.


Qual a diferença entre procedimento comum e ordinário?

As diferenças do procedimento comum sumário com o procedimento comum ordinário são: – A audiência deve ser realizada no prazo máximo de 30 dias. (No rito ordinário o prazo é de 60 dias). – O número máximo de testemunhas é de cinco (art.


Quando se aplica o procedimento ordinário?

Procedimento ordinário Procedimento será ordinário quando a pena máxima em abstrato do crime cometido for maior ou igual a 4 anos. Este procedimento se inicia com a denúncia do réu (ação penal pública), ou com a queixa-crime (ação penal privada). Neste procedimento as partes poderão arrolar até 8 testemunhas.


O que quer dizer procedimento ordinário?

Bem, primeiramente o Procedimento Ordinário é aquele que não comporta restrição acerca de meios probatórios – como a oitiva de testemunhas, a realização de perícia e inspeção judicial, entre outros – sendo permitidos também aqueles que sequer estão previstos no Código de Processo Civil.


Como saber se um processo trabalhista está chegando ao fim?

Para ter acesso a essa funcionalidade e consultar processo trabalhista de forma automática, basta acessar o site do respectivo Tribunal do seu Estado ou no site do Tribunal Superior do Trabalho, caso seu processo esteja na referida instância, procurar por “Sistema Push” ou “Push dos Processos” e fazer seu cadastro.


Qual o valor do rito ordinário na ação trabalhista?

852 da CLT. As reclamatórias trabalhistas que se submetem ao rito ordinário são as de valores que ultrapassem 40 (quarenta) salários mínimos, na data de seu ajuizamento.


Como saber se o processo trabalhista está no Diário Oficial?

e-Diário Oficial Blog….Consulta de processos trabalhistas pela internetno campo, clique em “PJe (Processo Judicial Eletrônico)”;na nova janela, clique no campo “Acesso ao PJe (TRT2)”;vá em “Consulta Processual”;preencha o campo com o número do seu processo;acesse as informações.


2 – CAUSAS SUJEITAS AO PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO

Dispõe o art. 852-A, caput, da CLT: “Os dissídios individuais cujo valor não exceda a quarenta vezes o salário mínimo vigente na data do ajuizamento da reclamação ficam submetidos ao procedimento sumaríssimo”.


3 – AUDIÊNCIA ÚNICA

As demandas sujeitas a rito sumaríssimo serão instruídas e julgadas em audiência única, sob a direção de juiz presidente ou substituto, que poderá ser convocado para atuar simultaneamente com o titular (art. 852-C, CLT).


O que são ritos trabalhistas?

O rito processual é o caminho a ser percorrido desde o início até o fim do processo, passando-o por várias etapas (fases processuais) até chegar ao seu desfecho final.


Quais são os Ritos Trabalhistas?

Cada um dos ritos tem aspectos próprios, mas o que determina preponderantemente o rito é o valor da causa. A seguir, vamos falar de cada um deles distintamente.


Principais diferenças entre os ritos trabalhistas

Os ritos processuais divergem nitidamente entre si. Confira abaixo a relação das principais diferenças entre os ritos trabalhistas sumaríssimo e ordinário:


Dicas para advogados

Como pode ser visto há muitas diferenças entre os Ritos Trabalhistas e um enquadramento inadequado poderá trazer prejuízos ao Reclamante, e mesmo a inobservância do rito poderá prejudicar o processo.


Conclusão

O Rito Sumário, há quem diga, que foi revogado restando apenas dois ritos trabalhistas: sumaríssimo e ordinário. O que os diferencia é o valor da causa.


Mais conhecimento para você

Para você continuar se atualizando, separei algumas referências indispensáveis que inclusive utilizei para a construção deste artigo. Aleḿ disso, também separei algumas dicas de conteúdos, confira!


Fernanda Hangybell Ormo Crenonini

Advogada (OAB: 133877/SP). Bacharela em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUC. Pós-graduada em Direito do Trabalho, Processo do Trabalho e em Direito Tributário. MBA em Gestão Empresarial. Atuei como membro da Comissão do Exame de Ordem da…

image

Leave a Comment