Por que sinto sono quanto tomo açai

image

Por que sentimos muito sono durante o dia?

Consumo de substâncias que favorecem o sono O consumo durante o dia de alimentos e plantas medicinais que favorecem o sono, como maracujá, valeriana ou erva-cidreira, por exemplo, podem deixar a pessoa mais relaxada e com sono, podendo comprometer as atividades diárias. Nestes casos, deve-se evitar ingerir estas substâncias durante o dia. 5.

Por que ficamos com sono após comer?

O sono após as refeições é normal e significa que o seu corpo está funcionando bem. Mas se o sono está excessivo e interferindo na sua rotina, vale a pena investigar a causa e tratar o problema com a ajuda de um nutricionista ou de um médico. E você, já percebeu se fica com sono após comer?

Quais são os principais problemas do sono?

Só que não é! Sonolência excessiva pode ter consequências graves. A médica do sono da Academia Americana de Medicina do Sono, Lisa Shives afirma que o principal problema, hoje, é a limitação do sono por excesso de trabalho.

Por que você sente sono após o almoço e outras refeições?

Esse processo requer muita energia e essa é a principal razão por trás do sono após o almoço e outras refeições. A depender dos alimentos ingeridos em cada refeição, a sensação de sono e cansaço pode ser ainda mais pronunciada.

image


1. Diabetes

A diabetes descompensada causa cansaço frequente porque nela a glicose do sangue não chega a todas as células e por isso falta energia no corpo para realizar as tarefas do dia a dia.


2. Anemia

A falta de ferro no sangue pode causar cansaço, sonolência e desânimo. Nas mulheres esse cansaço se torna ainda maior na época da menstruação, em que as reservas de ferro no organismo diminuem ainda mais.


3. Apneia do sono

A apneia do sono é caracterizada pela parada da respiração durante o sono, que pode acontecer por breves períodos e várias vezes durante a noite, prejudicando o sono e o descanso do indivíduo. Ao dormir mal, é normal acordar muito cansaço, ter cansaço muscular e sentir sono durante o dia. Conheça outros sinais ajudam a identificar a apneia do sono.


4. Depressão

Um dos sintomas típicos da depressão é o cansaço físico e mental frequente, em que o indivíduo fica sem ânimo de realizar suas tarefas diárias e até mesmo de trabalhar. Apesar de ser uma doença que afeta a parte mental da pessoa, ela também acaba afetando o corpo.


5. Fibromialgia

Na fibromialgia há uma dor no corpo todo, principalmente nos músculos, e se associa com cansaço frequente e persiste, dificuldade de concentração, alterações de humor, dificuldade para realização das tarefas do dia a dia, podendo interferir no desempenho profissional, além de também poder afetar o sono, de modo que a pessoa já acorda cansada, como se não tive descansado nada durante a noite.


6. Doenças cardíacas

A arritmia e a insuficiência cardíaca podem causar cansaço e tonturas frequentes. Nesse caso, o coração não tem forças suficientes para fazer uma boa contração para enviar sangue para todo o corpo e por isso o indivíduo está sempre cansado.


7. Infecções

As infecções como gripes e resfriados podem causar muito cansaço porque, nesse caso, o corpo tenta usar todas as energias para combater os microrganismos envolvidos. No caso de infecções, além do cansaço pode-se observar outros sintomas, como a febre e a dor muscular, que devem ser investigadas pelo médico.


1. Porções grandes te deixam sonolento

Comer muito aumenta os níveis de insulina. Quando há picos de insulina no organismo, aumenta também a produção do hormônio do sono. Por sua vez, o hormônio do sono é transformado em serotonina e melatonina – hormônios responsáveis por induzir o sono.


2. Alimentos difíceis de digerir dão sono

Quanto mais difícil de processar um alimento, mais tempo vai demorar para ele ser digerido. Por essa razão, refeições muito pesadas – como aquelas ricas em gorduras ou em alimentos processados, por exemplo – tendem a causar mais sonolência.


3. Excesso de triptofano faz você ter sono

Alguns profissionais acreditam que o sono após comer pode ter a ver com o aumento de serotonina – um neurotransmissor que ajuda a regular o humor e o ciclo de sono.


Tomando café

A cafeína consumida moderadamente pode te deixar mais alerta depois do café da manhã ou do almoço. No entanto, é bom evitar tomar café e outras bebidas estimulantes após as 18 horas para não atrapalhar o sono.


Comendo mais fibras

A ingestão de uma quantidade moderada de fibras nas refeições principais ajuda na digestão. Fibras são alimentos bons para o intestino e um intestino funcionando bem previne o cansaço e o sono após as refeições.


Dormindo o suficiente a noite

A sonolência depois de comer também pode ter relação com a baixa qualidade do sono noturno. Vale a pena checar se você está dormindo por tempo suficiente à noite e se ele está sendo reparador.

image

Leave a Comment