Que dia acaba a greve dos correios

image

Full
Answer


Quando acaba a greve dos correios em São Paulo?

Na tarde desta terça-feira (22), a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) anunciou o fim da greve dos Correios a partir das 22h de hoje.


Como está a greve dos Correios em SP?

A proposta da greve é convergir com a paralisação nacional dos servidores públicos, marcada para a quarta-feira (18) contra a reforma administrativa. Após aprovação do Projeto de Lei (PL) 591/2021, que privatiza a empresa pública, na Câmara dos Deputados, o projeto segue para o Senado.


Tem greve nos Correios?

Publicado 17/08/2021 – 21h10 São Paulo – Os trabalhadores dos Correios devem entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira (18). A decisão pela paralisação foi aprovada em plenária nacional da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect).


Como está funcionando a entrega dos Correios?

Os Correios estão em todo o Brasil, levando cidadania e integrando os brasileiros.


Cláusulas sociais mantidas

O principal imbróglio do julgamento foi em relação à manutenção dos benefícios dos trabalhadores. A estatal pretendia retirar mais de 70 itens concedidos historicamente aos funcionários.


Adicional de férias e licença-maternidade como de CLT

Entre os benefícios que serão alterados está a remuneração das férias. Atualmente, os funcionários recebem 2/3 de adicional ao salário. A CLT garante ao trabalhador 1/3 de incentivo no período de descanso. Segundo os Correios, a economia prevista com a revisão será de mais de R$ 600 milhões ao ano.


Justificativa da estatal

Em entrevista à coluna na semana passada, o presidente dos Correios, general Floriano Peixoto, afirmou que a proposta feita pela estatal —de extinção de mais de 70 benefícios— estimava uma economia na ordem de R$ 800 milhões por ano.


Greve nos Correios pode acabar nesta sexta caso o STF suspenda liminar contra acordo

Trabalhadores exigem manutenção das cláusulas sociais e acordo fixado pelo TST. Julgamento pode marcar desfecho ou continuidade da paralisação por tempo indeterminado


Contra a privatização

Ainda segundo Rivaldo, a manutenção do acordo não dá prejuízos a empresa que teve um incremento na receita, alcançando, até maio deste ano, quase R$ 400 milhões de lucro, aponta a federação.


A greve dos Correios

De acordo com os sindicatos que representam os trabalhadores dos Correios, a greve pode ser intensificada sem prazo determinado. Eles afirmam que a greve vai durar até a estatal “abrir um canal de diálogo” ou pedir dissídio coletivo.


Acordo Coletivo suspenso

No dia, 21 de agosto, o STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu definitivamente o acordo coletivo dos trabalhadores dos Correios, que de início tinha previsão de ir até o próximo ano. Os sindicatos afirmam que 70 cláusulas, de um total de 79 com direitos, foram retiradas.


Reclamações

A greve dos Correios acontece em um momento de alta nas reclamações a respeito dos serviços da estatal. Segundo o Procon de São Paulo, foram 2.182 queixas contra o serviço da empresa somente no primeiro semestre de 2020, representando cinco vezes mais do que o registrado no mesmo período de 2019.


Boletos

A diretora do Procon Porto Alegre, Fernanda Borges, diz que a melhor forma de evitar transtornos causados pelo não recebimento de boletos de cobrança é conversar com o prestador do serviço para obter o documento de outra forma.

image

Leave a Comment